Cientistas descobrem exame de sangue que detecta câncer de mama em 92% dos casos

Descoberta requer apenas 5 ml de sangue para acabar com as incômodas mamografias e revelar tumores até mesmo em fases iniciais

0
922
Estudo envolveu 9.632 mulheres sem diagnóstico de câncer de mama e outras 548 com a doença (foto: The Independent)

Um novo exame desenvolvido por pesquisadores do Reino Unido, EUA e Índia promete acelerar a identificação precoce do câncer de mama e acabar com as incômodas mamografias. A técnica realizada por meio da coleta de 5ml sangue está sendo chamada de Trucheck, e apresentou 92% de eficácia em detectar a doença; cerca de 5% a mais que o exame de imagem. 

Para chegar a essa conclusão, os estudiosos realizaram estudo com 9.632 mulheres sem diagnóstico de câncer de mama e outras 548 com a doença. “Este teste pode detectar CTCs [ Células de Tumores Cancerígenos] de câncer de mama com alta precisão em todas as faixas etárias, subtipos de receptores hormonais, subtipos histológicos e graus da doença”, dizem os autores do estudo. Além disso, não foram identificados falsos positivos, ou seja, casos em que o resultado dá positivo, mas o câncer não existe.

“Para ser mais preciso, o teste conseguiu diagnosticar em média 92% dos cânceres de mama”, relata o estudo publicado pela revista Cancers. Também foi capaz de reconhecer o tumor mesmo em estágios iniciais da doença, com um acerto de 70% na fase mais precoce – o estágio 0. Nos estágios mais avançado, 3 ou 4, o índice de acerto chegou a 100%, já que a concentração de CTCs no sangue tende a ser bastante elevada.

“O rastreamento atual do câncer de mama por meio de mamografia não é adequado para uso em mulheres mais jovens com mamas mais densas e também tem limitações em sua capacidade de detectar cânceres de mama agressivos”, explicam. Por isso, novas alternativas são necessárias na triagem. O Trucheck ainda vai passar por mais testes antes de chegar ao mercado.