Cinema em Coral Gables exibe filme brasileiro

“A vida invisível de Eurídice Gusmão” estará em cartaz a partir do dia 17 de janeiro

0
1402
Júlia Stockler e Carol Duarte, as protagonistas do filme de Aïnouz (Foto: Divulgação)
Júlia Stockler e Carol Duarte, as protagonistas do filme de Aïnouz (Foto: Divulgação)

DA REDAÇÃO – Tem filme brasileiro na programação do Coral Gables Art Cinema, em janeiro. A simpática e aconchegante sala de projecão vai exibir o premiado longa “A vida invisível de Eurídice Gusmão”, do diretor cearense Karim Aïnouz, a partir desta sexta (dia 17 de janeiro), em horários diversos.

‘Invisible Life’ (o título em inglês) é um drama sobre duas irmãs que viveram na década de 50, sob a rigidez de uma sociedade patriarcal no Rio de Janeiro. Trata-se de uma adaptação do livro homônimo de Martha Batalha, publicado em 2016, e foi o representante brasileiro na disputa por uma das cinco vagas dos indicados na categoria “Melhor Filme Internacional” (antes chamada de Melhor Filme em Língua Estrangeira) do Oscar 2020 – mas não se classificou.

O longa, porém, tem recebido críticas positivas e recebeu prêmios importantes, como uma menção honrosa no Festival de Cannes, outra na Semana Internacional de Cinema da Espanha e em Mostras em Lima (Peru) e Munique (Alemanha). “Um sonho acordado, repleto de sons, música e cor para combinar com sua profundidade de sentimento”, descreveu Guy Lodge, da revista Variety, sobre o filme.

A história tem como foco Eurídice e Guida, duas irmãs cujos sonhos, aspirações profissionais e projeções de futuro são esmagados por uma cultura machista opressora. Com o passar dos anos, elas se tornam invisíveis não apenas socialmente, mas também entre si, já que são cruelmente separadas em determinado momento da vida adulta.

Como “A vida invisível de Eurídice Gusmão” não foi escolhido para a lista final do Oscar, já se vão 11 anos sem a presença brasileira na noite mais importante do Cinema nesta categoria: a última vez que o país esteve representado na festa em Hollywood foi em 1999, quando “Central do Brasil”, de Walter Salles, concorreu à estatueta nas categorias “melhor filme estrangeiro” e “melhor atriz”, com a indicação de Fernanda Montenegro – que, curiosamente, está no elenco do novo filme de Aïnouz. Além dela, vale destacar as interpretações de Carol Duarte, Julia Stockler e Gregorio Duvivier.

Confira outras informações sobre o longa no site do Coral Gables Art Cinema (gablescinema.com). Vale lembrar que o filme fica em cartaz apenas uma semana e as sessões acontecem às 3:15pm, 6pm e 8:45pm (sexta e sábado) 3:15pm e 6pm (domingo) e 4:30pm e 7:15pm (segunda a quinta). O preço do ingresso é $11.75.