Colégio Eleitoral se reúne nesta segunda-feira para confirmar vitória de Biden

Durante o fim de semana, apoiadores de Trump fizeram protestos violentos pelo país alegando fraude nas eleições. Quatro pessoas foram esfaqueadas e uma baleada

0
859
Presidente eleito deve se pronunciar após a confirmação da vitóriaa (foto: flickr)
Presidente eleito deve se pronunciar após a confirmação da vitóriaa (foto: flickr)

Os membros do Colégio Eleitoral  formalizarão nesta segunda-feira (14) os resultados da eleição de 3 de novembro, que confirmam a vitória de Joe Biden. Os votos já foram certificados pelos 50 estados. Biden conquistou 306 dos 538 delegados do Colégio Eleitoral, e Trump 232.

Segundo a equipe de transição do presidente eleito, durante a noite ele fará um pronunciamento para celebrar a confirmação de sua vitória e “a força e resistência” da democracia americana.

No fim de semana, ao ser questionado em uma entrevista no canal Fox News se compareceria à posse de Biden em 20 de janeiro, como exige o protocolo e séculos de tradição, Trump se limitou a responder: “Não quero falar sobre isto”.

Protestos pró-Trump têm tiros e facadas

Apoiadores de Trump saíram às ruas neste final de semana alegando fraude eleitoral nas eleições.  Em Washington, quatro pessoas foram esfaqueadas e mais de 20 foram presas, segundo a polícia.

Reunidos com bandeiras com os dizeres “Stop the Steal” os apoiadores de Trump receberam o apoio dos extremistas do Proud Boys, que usavam coletes à prova de balas e faziam gestos de conotação racista com as mãos.

Houve enfrentamento com grupos antifascistas e vários casos de violência física foram relatados.

Protestos também aconteceram em Olympia (WA) e nas cidades de Atlanta e St Paul, em Minnesota. A polícia de Olympia disse que uma pessoa foi baleada e três presas durante o confronto entre grupos rivais.

Pelo twitter, Trump expressou apoio às manifestações:   “Uau! Milhares de pessoas se reunindo em Washington para o “Stop the Steal”. Não sabia disso, mas vou acompanhá-los!”.