Começaram as finais da NBA

0
1308

Do lado do Golden State Warriors, o fantástico duo Stephen Curry e Kevin Durant, secundados pelos ótimos Draymond Green e Klay Thompson. Do lado do Cleveland Cavaliers, o fantástico duo LeBron James e Kyrie Irving, secundados pelos ótimos Kevin Love e J. R. Smith. Esses são apenas alguns dos personagens que atrairão as atenções dos fãs do basquetebol em todo mundo. Difícil até mesmo apontar um favorito neste duelo das duas melhores equipes de basquete da NBA e entre elas já surgiu uma rivalidade pela coroa do time que pratica o basquete mais bonito e efetivo da liga. O desafio começou nesta quinta-feira, 1º de junho, com a realização da partida no ginásio localizado na Baía de San Francisco, na Califórnia. A próxima partida está programada para domingo (4) no mesmo local. Depois, os adversários enfrentam-se em Cleveland, Ohio, na quarta-feira (7) e na sexta-feira (9). Caso nenhuma equipe tenha fechado a série – o que é muito provável, dado o equilíbrio dos contendores -, haverá jogos alternados nos dias 12, em Oakland; 15, em Cleveland, e finalmente no dia 18 de junho, em Oakland.

Rivalidade acirrada

A rivalidade entre as duas equipes revive rivalidades vividas entre outras duas equipes pela hegemonia da NBA, como foi o caso de Boston Celtics e Los Angeles Lakers décadas atrás. Na temporada 2014/2015, Golden State Warriors venceu o título, quebrando um tabu de 40 anos sem conseguir chegar ao topo da mais disputada liga de basquete do mundo. O destaque foi o surgimento de Stephen Curry como novo craque da NBA. Ele desmontava defesas com seus tiros de três pontos e, junto com Klay Thompson, tornava infrutíferas as táticas dos adversários. Com toda justiça, foi eleito o MVP (Jogador Mais Valioso) da temporada, enquanto Andre Iguodala, seu colega de equipe, foi eleito MVP das finais. Na última temporada, 2015/2016, o título foi parar nas mãos do Cleveland Cavaliers pela primeira vez em sua história. E a conquista teve mesmo ares heróicos com Golden State Warriors tendo feito 3 a 1. Ou seja, para ser campeão, o time de Ohio precisava vencer as três últimas partidas – algo nunca visto antes na NBA. Cleveland Cavaliers quebrou este tabu e comemorou o título conquistado com placar final de 4 a 3. Novamente Curry foi o MVP da temporada, desta vez, porém, LeBron James foi o MVP das finais. Aliás, King James já desponta como um dos maiores jogadores da NBA de todos os tempos. Seus números superam até mesmo o de Michael Jordan, com exceção de títulos conquistados. Jordan ganhou seis títulos – todos com Chicago Bulls -, enquanto James faturou apenas três até agora – dois com Miami Heat e um com Cleveland Cavaliers.

Verão fica com MLS e MLB

Com os encerramentos da temporadas da NBA e da NHL, o esporte profissional americano volta suas atenções à MLB (Major League Baseball) e à MLS (Major League Soccer). Como ambos são esportes ao ar livre, atuar na primavera, verão e outono torna-se melhor opção para os atletas e para os torcedores. Mundialmente, essas estações concentram também a maioria dos torneios de golfe e de tênis em todo mundo.

Marcelo Melo chega a 400 vitórias na ATP

Atualmente, por exemplo, está sendo disputado o Aberto da França, mais conhecido com Roland Garros, torneio vencido por Gustavo Kuerten três vezes. Apesar da brilhante carreira de Guga, Marcelo Melo foi quem alcançou uma marca histórica. Na quarta-feira (31), ele e seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot, venceram na estreia em Roland Garros, único Grand Slam disputado no saibro e do qual o tenista foi campeão em 2015. Assim, Melo se tornou o primeiro brasileiro na história a chegar a 400 triunfos nas duplas. O mineiro foi campeão de Roland Garros em 2015, ao lado do croata Ivan Dodig. Melo é o número quatro do ranking de duplas, e ele e Kubot estão na liderança do lista da temporada, como a parceria que mais conquistou pontos no ano. Em 2017, o brasileiro e o polonês já faturaram os Masters 1000 de Miami e de Madri.

Copa do Brasil copia Libertadores

Definidos os quadrifinalistas da Copa do Brasil na quarta-feira (31). Parece uma reedição da Copa Libertadores da América. E, caso Chapecoense tenha eliminado o Cruzeiro – time que considero favorito – (infelizmente não temos o resultado porque jogo foi na quinta-feira, 1º), os oito classificados serão exatamente as equipes que disputam ou disputaram a Copa Libertadores da América: Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Botafogo, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Santos. Destes, apenas Flamengo e Chapecoense foram eliminados na fase de grupos. Os demais se classificaram para as oitavas de final da Libertadores e aguardam o sorteio que será realizado no dia 14 de junho para definir os próximos adversários, assim como os mandos dos jogos.

Grêmio não toma conhecimento do Fluminense

O Grêmio se classificou para as quartas-de-final da Copa do Brasil ao derrotar o Fluminense por 2 a 0, no Maracanã. A equipe gaúcha, que havia vencido por 3 a 1 no jogo de ida, soube aproveitar o fato de o adversário ter ficado com um jogador a menos desde os quatro minutos de partida, quando o zagueiro Nogueira foi expulso, em decisão muito contestada pelos jogadores do Tricolor carioca. Os gols foram marcados por Luan e Pedro Rocha, ambos no primeiro tempo. O resultado fez justiça ao desempenho da equipe comandada por Renato Gaúcho, que mostrou mais objetividade e capacidade de decisão. O Fluminense mostrou ser uma equipe de muito espírito de luta, mas sofreu com a desvantagem de atuar com dez jogadores desde o início da partida. Mesmo inferiorizado numericamente, o time carioca correu até o final em busca do resultado e teve o esforço reconhecido pela torcida. No domingo (4), o Tricolor gaúcho recebe o Vasco da Gama em Porto Alegre. Já o Fluminense jogará novamente no sábado (3) no Maracanã, desta vez contra o Vitória. Os dois jogos são válidos pelo Brasileirão.

Furacão despacha Santinha

Atlético Paranaense garantiu sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil 2017 ao bater Santa Cruz, por 2 a 0, voltando a vencer e marcar gols na Arena da Baixada, em Curitiba. Na primeira partida, no estádio do Arruda, as equipes não passaram de um empate sem gols. O Rubro-Negro abriu a contagem logo aos cinco minutos da primeira etapa, com Nikão, aproveitando passe para dominar e bater rasteiro. O segundo veio depois do intervalo, aos 23 minutos, com Lucho González, aproveitando sobra de bola para estufar a rede e garantir a vaga para a próxima fase da competição. Agora, o Furacão espera pelo sorteio para conhecer seu adversário. Antes, volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, com clássico diante do Coritiba marcado para sábado, no Couto Pereira. Já o Santa Cruz recebe o ABC de Natal no Recife, também no sábado (3).

Botafogo elimina Sport Club do Recife

Na estreia do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Sport não conseguiu derrotar o Botafogo, e o empate por 1 a 1, na Ilha do Retiro, classificou a equipe carioca para as quartas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, o Alvinegro havia vencido por 2 a 1. Roger abriu o marcador no primeiro tempo para o Botafogo, e Durval empatou na etapa final para os donos da casa, quando o rubro-negro pernambucano estava com dez jogadores por causa da expulsão do atacante Rogério. Ainda sem conhecer o elenco, Luxemburgo escalou uma equipe ofensiva, mas encontrou um adversário bastante determinado. O gramado pesado por causa das fortes chuvas que desabaram sobre a capital pernambucana durante o dia prejudicou o desempenho das duas equipes. O Botafogo soube aproveitar a vantagem para conseguir o resultado, que garantiu a vaga para a próxima fase da competição nacional. Pelo Brasileirão, o Botafogo jogará o clássico contra o Flamengo no Estádio Raulino de Oliveira, no domingo (4), enquanto no mesmo dia o Sport recebe o Avaí, no Recife.

Galo vence Paraná com gol olímpico

O Atlético-MG acabou com a sequência de jogos ruins e bateu o Paraná, por 2 a 0, em duelo no Independência. Com o resultado, o clube alvinegro reverteu a derrota sofrida no primeiro encontro por 3 a 2, no Couto Pereira. Na oportunidade, o Atlético tinha jogado melhor, mas levou a virada durante o confronto, chegando ao duelo em casa precisando da vitória. Equipe de Roger Machado foi melhor em todo confronto. Na primeira parte do encontro, o Paraná se defendeu. Depois do gol atleticano – gol olímpico marcado por Otero -, equipe visitante passou a sair mais para o duelo e sofreu o segundo tento, assinalado por Fred. O Atlético-MG volta a campo no domingo (4), contra o Palmeiras, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Já o Paraná joga novamente apenas na terça-feira (6), pela Série B, contra o Londrina, no Estádio do Café.

Mesmo com derrota, Palmeiras segue adiante

O Palmeiras se classificou às quartas de final da Copa do Brasil. O time alviverde saiu em desvantagem e sofreu, mas achou seu gol em Porto Alegre e perdeu por 2 a 1, resultado suficiente para garantir uma vaga na próxima fase do torneio nacional. Dirigido pelo interino Odair Hellmann, o Internacional foi amplamente superior no começo do jogo e aproveitou para abrir o placar com o veterano D’Alessandro no primeiro tempo. Na etapa complementar, Nico López aumentou, mas Thiago Santos marcou o gol da classificação palmeirense. Os confrontos pelas quartas de final da Copa do Brasil serão definidos por sorteio. Pela Série A do Campeonato Brasileiro, no domingo (4), o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG, no Allianz Parque. Pela Série B, no sábado (3), o Internacional pega o Juventude, no Beira-Rio.