Comunidade brasileira é destaque no Miami Herald

0
1101

Um lar longe de casa. Com esse título foi que o jornal Miami Herald da última quinta-feira (11), destacou a forte presença de brasileiros em Pompano Beach. A forma como os brasileiros se acomodaram com facilidade na região, desenvolvendo dezenas de negócios brasileiros, foi o ponto alto da matéria.

‘Dezenas de negócios como o Supermercado Brasileiro que surgiram em Pompano Beach nos últimos 20 anos são uma prova do quão popular a cidade é para os brasileiros, que buscam um lugar para chamar de lar nos Estados Unidos’, cita o periódico.
Segundo o prefeito de Pompano Beach, John Rayson, estima-se que cerca de 10 mil brasileiros vivam na cidade, embora esse número pode passar dos 13 mil, segundo afirmou ao veículo Regina Valente, membro do Câmara de Comércio da Flórida – Brasil/USA.
O Village Shoppes, localizado na Federal Highway, foi mostrado na matéria como exemplo do crescimento da comunidade, onde produtos como cerveja, eletrodomésticos, carnes e alimentos em geral, vindos direito do Brasil, servem como um porto seguro para aqueles que não querem esquecer da terra pátria.
“Esse lugar faz as pessoas se lembrarem de casa. Muitos brasileiros daqui não falam inglês e aqui podem chegar e falar português. Para a maioria deles é como estar no Brasil”, declarou ao Herald Lea Lerario, gerente do Supermercado Brasileiro.

Razão da preferência
Não há dados oficiais sobre a preferência do brasileiro por Pompano Beach, mas o jornal levanta algumas possibilidades. O clima, parecido com o do Brasil e a facilidade de conseguir empregos nessa área teriam sido dois fortes motivos que impulsionaram o crescimento.
Os primeiros brasileiros a chegarem na região vieram no início dos anos 80 mas somente nos últimos dez anos é que os negócios brasileiros começaram a se estabelecer com mais vigor.
“Eu não sei por que, mas qual seja a razão o fato é que temos uma maravilhosa população brasileira que é parte vital da nossa comunidade”, diz Rayson. O prefeito até tem buscado estabelecer parceria com alguma cidade do Brasil como parte do programa de “Cidades Irmãs”.