Comunidade escolar da Flórida contabiliza 3.662 infectados pela covid-19

O número se refere a casos positivos de covid-19 entre professores, alunos e funcionários de escolas do estado

0
645
O ano letivo 2021 está programado para iniciar dia 2 de fevereiro (foto: wikimedia)
O ano letivo 2021 está programado para iniciar dia 2 de fevereiro (foto: wikimedia)

O último relatório do Florida Department of Heath que informa a quantidade de escolas com casos confirmados de covid-19 entre seus alunos, funcionários e professores indicou 3.662 infecctados em unidades de ensino em todo o estado.

 O número é o maior desde que o levantamento começou a ser divulgado semanalmente em 30 de setembro, após uma coalizão de veículos de imprensa ameaçar processar o governador Ron DeSantis por reter os dados.

Do total de infectados apontados no relatório desta semana, a região sul da Flórida responde por 478 casos, sendo 210 escolas listadas em Miami-Dade, contra 144 no relatório da semana passada. Broward tem 127 escolas com casos, contra 102 há uma semana. O condado de Palm Beach tem 129 escolas na lista, contra 106, e Monroe tem 12, contra nove de uma semana atrás.

Os números são repassados pelas próprias secretarias escolares ao governo do estado.

“Sabemos que nossos professores estão com medo”, disse Karla Hernandez-Mats, presidente da United Teachers of Miami-Dade. Ela contou que o número de casos registrados nas escolas não contabiliza as centenas de alunos e professores que já estão em quarentena.

“Está fora de controle”, disse Hernandez-Mats. “Essa é a melhor maneira que posso descrever.”

O governador Ron DeSantis participou de uma conferência de imprensa na terça-feira (27), em Jacksonville, e reafirmou sua decisão de manter os alunos em salas de aulas.

“Quando olhamos para o que estava acontecendo com nosso sistema escolar este ano, sabíamos que o bem-estar físico, mental e social de nossos filhos exigia que lhes proporcionássemos a opção de aprendizado pessoal”, disse o governador.

Mais de 5,7 milhões de pessoas foram testadas para o vírus desde março. De acordo com as autoridades de saúde estaduais, 5 milhões tiveram teste negativo, enquanto mais de 760.389 tiveram teste positivo, elevando a taxa geral de positividade do estado para 13,17%.