Consulado-Geral divulga números de furtos a turistas brasileiros no sul da Flórida

Em 2015, foram 698 ocorrências e em 2014 foram 763; número ainda é baixo em relação ao número de visitantes, mas fica o alerta para turistas distraídos

0
5186
furtos a turistas brasileiros
furtos a turistas brasileiros

No ano de 2015, chegaram ao conhecimento do Consulado-Geral do Brasil em Miami, 698 ocorrências de furtos a turistas brasileiros no sul da Flórida. Em 2014, foram 763 incidências. Este ano, até momento, 175 casos foram relatados. Boa parte dos furtos acontece em estacionamentos de shoppings, supermercados e restaurantes.

No entanto, os números de furtos registrados indicam que a incidência é pequena com relação ao volume absoluto de visitantes brasileiros na Flórida. Segundo dados do Visit Florida (organização de natureza público-privada vinculada ao governo estadual), o estado recebeu 1.475 milhão de brasileiros em 2015. Em 2014, foram 1.641 milhão.

O órgão afirma que é importante lembrar que nem todos os brasileiros vítimas de furtos registram seus casos no Consulado-Geral. Além de expressar solidariedade e prestar assistência consular cabível, o Consulado-Geral mantém contato direto com autoridades policiais locais e instituições ligadas ao turismo a fim de, em coordenação, prevenir e assistir os viajantes vítimas de furtos na Flórida.

Em março deste ano, o AcheiUSA relatou o caso de um grupo de brasileiros que tiveram cinco mochilas roubadas com pertences e passaportes. Eles pararam num estacionamento na região de Wynwood (2460 N Miami Ave), o distrito de arte em Miami, deixaram as malas no carro e foram passear. Quando voltaram, viram que as cinco mochilas com documentos – inclusive passaportes – câmeras fotográficas com mais de 4 mil fotos da viagem, notebooks, tablets, dinheiro, entre outros pertences foram levados. “As malas e mochilas estavam no carro porque estávamos esperando o check-in do hotel abrir. Foi um grande vacilo, mas pensamos que não iria acontecer. Tivemos que tirar uma autorização no Consulado para voltar para casa”, disse Leandro Teixeira, uma das vítimas.

Para Leandro, muito pior que o prejuízo material e o transtorno de terem os passaportes levados, foi perder as mais de quatro mil fotos que fizeram na visita aos parques Sequoia, Yosemite, Grand Canyon, Zion, Arches e Rocky Mountain National parks. Os casais também renovaram os votos de casamento em Las Vegas (CA) e os certificados foram levados.

 DICAS PARA PREVENIR FURTOS

  1. a) Estacione seu veículo em local seguro;
    b) Jamais deixe pertences no veículo (como passaportes, sacolas de compras, produtos eletrônicos);
    c) Na praia, não deixe seus pertences desacompanhados;
    d) Não entregue seus pertences a estranhos (ex: ao experimentar roupas em lojas de vestuário, não permita que o vendedor guarde seus pertences); e
    e) Fique ainda mais atento em locais movimentados e frequentados por turistas, como centros de compras, hotéis, parques temáticos e estacionamentos (pagos ou não).
    Os turistas de passagem pela Flórida devem adotar as mesmas precauções que teriam em qualquer grande centro urbano.
  2. Em caso de furto:
    a) Contatar a polícia local pelo telefone 911 a fim de registrar queixa (“file a report”);
    b) Contatar o Consulado-Geral em Miami a fim de comunicar o ocorrido, em especial em caso de perda de documentos; e
    c) Tão logo regresse ao Brasil, comunique o fato também às autoridades policiais brasileiras e aos órgãos emissores dos documentos furtados.

Após contato com a polícia pelo telefone 911, as vítimas podem comunicar-se com o Consulado- Geral por intermédio dos telefones (305)-285-6208/6258/6251 ou pelo correio eletrônico “assistência.miami@itamaraty.gov.br”.

Nos fins de semana, feriados e fora do horário de expediente, o Consulado mantém serviço de plantão, exclusivamente para os casos de comprovada emergência (falecimento, hospitalização e prisão), por meio do telefone (305)-801-6201