Copa do Brasil já tem semifinalistas

0
2018

O clássico das multidões promete balançar a estrutura do futebol brasileiro. Flamengo e Corinthians, clubes que possuem as maiores torcidas do país, se enfrentarão em uma das semifinais da Copa do Brasil em datas ainda a serem confirmadas. Do outro lado da chave, o bicho-papão Cruzeiro também carimbou seu passaporte para a semifinal e jogará contra Palmeiras ou Bahia (a partida foi disputada na quinta-feira à noite, portanto, após o fechamento desta edição). Favoritismo para o Verdão por decidir a vaga em casa após ter empatado em 0 a 0 em Salvador em uma partida onde desperdiçou uma cobrança de penalidade máxima com Bruno Henrique que lhe daria a vantagem de jogar apenas por um empate.

Fábio se torna Mito no Mineirão

Recordista de títulos da Copa do Brasil (cinco, ao lado do Grêmio) e atual campeão, o Cruzeiro sofreu para conseguir a classificação diante do Santos na quarta-feira (15). Depois de perder no tempo normal por 2 a 1, de virada, a Raposa venceu nos pênaltis por 3 a 0, garantindo a vaga nas semifinais – é a décima vez em 22 participações que o Cruzeiro alcança essa fase do torneio. Thiago Neves abriu o placar aos 12, Gabriel empatou ainda no primeiro tempo, aos 41, e Bruno Henrique virou, com belo gol de cabeça aos 38 do segundo tempo, dando a Cuca sua primeira vitória em cinco jogos no Santos. Nos pênaltis, porém, brilhou a estrela de Fábio. O goleiro pegou todas as três cobranças do Santos: de Bruno Henrique, Rodrygo e Jean Mota. Sim: Fábio pegou todos os três pênaltis do Santos. Já o Cruzeiro converteu suas três, com Lucas Silva, Raniel e David, e ficou com a vaga.

Apesar do heroísmo do goleiro da equipe Azul Celeste, a vitória do Alvinegro praiano surpreendeu as quase 50 mil pessoas que lotaram o Mineirão à espera de uma classificação tranquila da Raposa das Alterosas. Entretanto, a equipe peixeira foi briosa e obteve um resultado de certa forma inesperado. E somente não obteve a vitória que lhe daria a classificação direta porque o árbitro Rodolfo Toski Marques encerrou a partida exatamente no momento em que Gabigol puxava um contra-ataque perigosíssimo no qual ficaria cara a cara com Fábio – lance que provocou muitos protestos dos santistas. O técnico Cuca até mesmo creditou este fator como agente desestabilizador dos cobradores de pênaltis que tiveram de lamentar as oportunidades perdidas que pararam nas mãos de Fábio. Agora, é se preparar para enfrentar Palmeiras ou Bahia na próxima fase.

Antes, porém, o Santos, que está no Z4, enfrentará o Sport Club do Recife na Vila Belmiro no sábado (18) necessitando vencer para se afastar das últimas colocações no Brasileirão. Por sua vez, o Cruzeiro receberá o Bahia também no Mineirão, no domingo (19), e precisa vencer para não perder contato com os líderes do certame.

Corinthians se classifica com futebol pobre

O Timão confirmou o favoritismo e derrotou na quarta-feria (15) a Chapecoense na Arena Condá por 1 a 0, gol de Jadson, repetindo o mesmo placar obtido no jogo de ida no Itaquerão em São Paulo.  A equipe catarinense faz uma temporada bem fraca e é séria candidata ao rebaixamento para a Série B este ano. Portanto, a fraqueza do adversário permitiu ao Alvinegro da capital paulista seguir na competição. Entretanto, mais uma vez, os comandados de Osmar Loss apresentaram um futebol paupérrimo e jogaram claramente para segurar o 0 a 0 que lhe daria a classificação. Porém, em lance fortuito, chegou ao gol da vitória, com Jadson cobrando falta com intenção de cruzar a bola para que alguém a cabeceasse. O efeito da bola entretanto fez com que ela tivesse a direção do gol e surpreendesse Jandrei, arqueiro da Chapecoense.

Apesar da vitória e da classificação às semifinais, o futebol deixou a desejar e os torcedores corintianos temem o confronto com o Flamengo que desponta como franco favorito. A equipe da Gávea é estruturada, tem bom elenco e está em um momento melhor, tanto que é atualmente vice-líder do Brasileirão.

No sábado (18), o Corinthians receberá o Grêmio no Itaquerão. Jogo duro até porque o Tricolor gaúcho foi eliminado na Copa do Brasil e voltará suas atenções para o Brasileirão, onde ocupa a 4ª posição. Já a Chapecoense terá outra pedreira pela frente, pois viajará para a capital paulista onde jogará contra o São Paulo, líder da competição, no Estádio do Morumbi.

Flamengo derruba time copeiro

Foi dramático, mas serviu para lavar a alma do flamenguista. O Rubro-Negro carioca derrotou o Grêmio por 1 a 0 com gol de Everton Ribeiro no início da partida disputada na quarta-feira (15) no Rio de Janeiro. Se o Flamengo teve poder de reação fora de casa para buscar o empate no jogo de ida, o Grêmio não conseguiu repetir o roteiro no jogo de volta, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O time da casa se segurou quando necessário com grande atuação da dupla de zaga, e viu a equipe visitante perder o fôlego – apesar de poupar no Brasileiro – na etapa final. Os tricolores não criaram uma chance real de gol sequer durante toda a partida e deram adeus ao sonho do hexa. O Rubro-Negro, classificado com méritos e seguro dentro casa após tropeço pela Libertadores, agora pega o Corinthians na semifinal da Copa do Brasil. Para festa dos mais de 55 mil presentes no Maracanã!

Na última rodada do primeiro turno, Flamengo terá um choque com o Rubro-Negro paranaense na Arena da Baixada no domingo (19) pela manhã. É o duelo dos extremos. Enquanto Flamengo é vice-líder do Brasileirão, Atlético-PR é vice-lanterna. O Grêmio, por sua vez, terá uma partida difícil contra o Corinthians em São Paulo e precisa somar pontos se quiser continuar sonhando com o título do Campeonato Brasileiro de 2018.

Brasileiros na Copa Sul-Americana

Na quinta-feira (16), três equipes brasileiras entraram em campo pelas segunda fase da Copa Sul-Americana. O Botafogo recebeu o Nacional do Paraguai precisando vencer por dois gols de diferença para se classificar pois perdeu por 2 a 1 no jogo de ida em Assunção. Vitória por 1 a 0 também pode ter dado a classificação por ter marcado um gol na casa do adversário. Pelo Brasileirão, Botafogo receberá Atlético-MG no domingo (19) no engenhão, no Rio de Janeiro.

São Paulo, líder do Brasileirão, teve parada indigesta. Após ter perdido por 1 a 0 do Colón no jogo de ida em pleno Morumbi teria de ter derrotado a equipe argentina em Santa Fe para prosseguir na competição. Entretanto, ao que parece, diretoria e comissão técnica estão focados no Brasileirão, tanto que enviaram uma equipe reserva para Argentina. Tricolor paulista encerra o primeiro turno enfrentando Chapecoense no Morumbi, no domingo (19).

Após ter batido o Defensor do Uruguai por 2 a 0 no jogo de ida, o Fluminense viajou para o país vizinho com a cômoda vantagem de até ser derrotado por um gol de diferença para passar às oitavas de final da Copa Sul-Americana. O temor da diretoria do Tricolor carioca é o assédio sobre o jovem Pedro, artilheiro do Brasileirão e uma das grandes revelações das categorias de base do clube das Laranjeiras. E o próximo compromisso do Flu pelo Campeonato Brasileiro está marcado para domingo (19) contra o América-MG em Belo Horizonte.

Dança das cadeiras na F1

Depois da surpreendente saída de Daniel Ricciardo da Red Bull Racing rumo à Renault, a dança das cadeiras continua ativa nestas férias de verão na mais reverenciada categoria do automobilismo mundial. O bicampeão Fernando Alonso anunciou sua retirada da Fórmula 1 e a consequente saída da Equipe McLaren. Especula-se que o talentoso Alonso deve vir para o automobilismo americano. Ele vem sendo convidado a correr nas categorias Endurance (onde já disputou algumas provas este ano), Nascar e Indy – destino mais provável do piloto espanhol que inclusive este ano já disputou as 500 milhas de Indianapolis.

Sainz Jr. ocupa vaga do compatriota

Fã de Fernando Alonso, o também espanhol Carlos Sainz Jr. foi confirmado como piloto da McLaren para substituir seu ídolo. Atualmente, ele corre pela equipe Renault – que já contratou Ricciardo para a próxima temporada. A disputa está entre o holandês Stoffel Vandorne (atual companheiro de Alonso na McLaren, cujos resultados não vêm empolgando os diretores) e o inglês Lando Norris, reserva da própria Mclaren e vice-líder na Fórmula 2, com alguma probabilidade para o francês Esteban Ocon, que disputa o campeonato pela Force India.