Corpos de alpinistas brasileiros são encontrados na Patagônia Argentina

Fabrício Amaral e Leandro Iannota estavam desparecidos desde 19 de janeiro, quando uma severa nevasca atingiu a montanha que escalavam

0
2422
Escaladores experientes tentaram subir em um monte de difícil acesso
Escaladores experientes tentaram subir em um monte de difícil acesso

Os corpos do escalador capixaba Fabrício Amaral e pelo amigo dele, o também escalador Leandro Iannotta, foram encontrados na Patagônia Argentina. A informação é do Consulado do Brasil em Buenos Aires, que segundo a irmã de Fabrício, Luciana Amaral, foi passada à família.

Fabrício embarcou no Aeroporto de Vitória com destino à Argentina no dia 28 de dezembro de 2018. No dia 16 de janeiro, os dois amigos começaram a subida e o planejamento era para que no dia 20 retornassem para a sede do parque. Mas no dia 19, uma frente fria muito severa atingiu a montanha.

De acordo com a irmã de Fabrício, Luciana Amaral, o último contato com a família e com os amigos foi no dia 15 de janeiro, um dia antes de começarem a escalada do pico.

As buscas pelos amigos começaram em 21 de janeiro, mas a operação precisou ser suspensa na tarde do dia 22. Um dos socorristas da equipe sofreu um grave acidente.

“Agradecemos a todos vocês que rezaram por ele e pela nossa família, transmitindo todo o carinho e cuidado com a gente.  Aos que conheciam o Fabricio sabiam o quanto aquele lugar era importante pra ele. O quanto os olhos brilhavam a cada vez que ele planejava ir para lá. E temos a certeza de que ele estava feliz. Feliz em realizar seus sonhos, feliz em fazer o que gosta, feliz… A nossa dor é grande, mas temos a certeza e a fé de que ele foi acolhido pelos braços do nosso pai maior”, escreveu Luciana em uma rede social. (Com informações do G1)