Corrente humana salva banhistas que estavam se afogando em Panamá City (FL)

Cerca de 80 pessoas se uniram para resgatar uma família inteira

0
6649

Cerca de 80 banhistas em uma praia em Panamá City (FL) formaram uma corrente humana para resgatar nove pessoas, sendo seis de uma mesma família, no último sábado (8), em uma área muito afastada da costa.

Tudo começou quando Roberta Ursrey e sua família estavam aproveitando o dia no M.B. Miller County Pier quando ela percebeu que os filhos tinham sumido. Ela, então, procurou pelas crianças na água e eles estavam gritando por socorro, presos por uma corrente marítima.

Desesperada, ela, sua mãe e outras cinco pessoas foram para o mar tentar salvar as crianças, mesmo sob protestos de outros banhistas. Eles também acabaram presos pela corrente em 15 pés de profundidade. Não havia salva-vidas no local no momento.

Na hora do desespero, as pessoas que estavam na praia começaram a se mobilizar para salvar a família. Com isso, formaram uma corrente humana que ia desde a areia até a localidade do grupo à deriva, localizado a 100 metros da costa. Todos foram resgatados com vida. A mãe de Roberta sofreu um infarto e precisou ser hospitalizada. Duas filhas de Roberta também estavam na corrente.

Quando Jessica Simmons, que estava na praia no momento, percebeu que havia um grupo se afogando, ela foi em direção a eles com o marido e outras pessoas se uniram a eles para formar a corrente humana que salvou os nove banhistas.

“Eu automaticamente pensei que eles tivessem visto um tubarão — contou Jessica. — Eu corri de volta para a areia e meu marido veio ao meu encontro. Foi então que vi que alguém estava se afogando e resolvemos nos unir”.