Cota de compras em free shops no Brasil sobe de $500 para $1 mil a partir de janeiro

Compras feitas fora do País e levadas para o Brasil na bagagem continuam com limite de $500 dólares

0
1386
Ministro Paulo Guedes assina documento ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Foto Facebook Jair Bolsonaro)

O presidente Jair Bolsonaro informou esta semana que a partir do dia 1º de janeiro de 2020 o limite para compras em free shops no Brasil vai passar dos atuais $500 para $1.000. A portaria já foi assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. A mudança só será permitida para o ano que vem por causa da legislação.

Os free shops ou duty free shops são lojas geralmente localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos onde os produtos são vendidos sem encargos e tributos.

Na última sexta-feira (11), além de anunciar o aumento do valor de compra nessas lojas, Bolsonaro informou que a cota máxima de compras permitida para quem cruza a fronteira do Brasil com o Paraguai via terrestre será ampliada de $300 para $500 por pessoa.

Compras feitas fora do País e levadas para o Brasil continuam na cota de $500. O governo já sinalizou que quer elevar a cota, mas ainda são necessárias outras medidas, já que neste caso vale as regras do Mercosul.