Covid-19: Orange county recebe 20 mil pedidos de auxílio financeiro em uma hora

Condado espera ser o primeiro do estado a esgotar todos os recursos enviados pelo governo federal para ajudar a população impactada pela pandemia

0
688
Dinheiro deixará de ser entregue aos desempregados do estado a partir de 27 de junho (foto: flickr)
Dinheiro deixará de ser entregue aos desempregados do estado a partir de 27 de junho (foto: flickr)

O dinheiro que todos os governos estaduais e locais receberam da lei CARES (Coronavirus, Aid, Relief, and Economic Security Act) deve ser utilizado até o dia 31 de dezembro de 2020 ou terá que retornar para os cofres federais.

A Florida recebeu  $ 110 bilhões e boa parte deste total foi enviada às prefeituras para políticas locais de combate à covid-19.

Vários condados do estado estão, neste momento, com inscrições abertas para repassar verbas diretamente à população mais afetada pela pandemia.

Mas enquanto em alguns lugares como Broward e Palm Beach o prazo de inscrição para que mais pessoas possam solicitar recursos foi prorrogado, em outros como Orange, na Florida central, o dinheiro se esgotou em uma hora.

Pela terceira vez o condado abriu inscrições para repassar até mil dólares aos moradores que enfrentam situação de desemprego e insegurança alimentar.

Segundo o prefeito Jerry L. Demings, esse foram os últimos $9 milhões do total de $243 milhões recebidos da administração estadual.

“O portal de inscrições começou a registrar os pedidos às 8 a.m.; às 9:07 já tinhamos mais de 20 mil inscritos” disse o prefeito pelo twitter. Ele previu que o recurso se esgote rapidamente.

Em Miami, a estratégia de distribuir $250 dólares em vales-compra também revelou a fragilidade econômica que a população atravessa. Milhares de pessoas enfrentaram o clima frio e filas enormes nesta terça-feira (8), mas a segunda rodada de distribuição dos vales se esgotou em 25 minutos.

“Algumas pessoas chegaram aqui às 4 ou 5 horas da manhã para nada,”disse um morador de Miami ao jornal Local10News. Outra distribuição de vales-compra acontecerá na próxima quinta-feira (10).

Algumas autoridades locais já pediram que o Congresso prorrogue o prazo para utilização do dinheiro e envie mais recursos aos gestores das regiões mais carentes.