Crise no Afeganistão: Biden afirma que decisão de retirada das tropas do país “foi acertada”

“Nunca haverá um momento certo de retirar as tropas do Afeganistão. Nós tínhamos que tomar essa decisão”, disse o presidente em pronunciamento à nação

0
1818
Joe Biden fez pronunciamento à nação nesta segunda (16) (Foto Reprodução CNN)

O presidente Joe Biden reafirmou em discurso à nação na tarde desta segunda (16), que tomou a decisão certa ao ordenar a retirada das tropas americanas que estão há 20 anos no Afeganistão. A retirada das tropas provocou uma grande crise no país do Oriente Médio, que está sendo invadido pelo grupo extremista Talibã.

“Nunca haverá um momento certa de retirar nossas tropas do Afeganistão. Tomamos a decisão certa, já que a nossa missão nunca foi reconstruir o país. Vamos continuar ajudando no que for possível, mas não podemos mais sustentar essa situação”, disse Biden.

O presidente disse que sabe que sua decisão será criticada, mas que não há mais razões para manter as tropas americanas no país. “Eu estive no Afeganistão há 20 anos com uma missão: derrotar aqueles que atacaram as Torres Gêmeas em 2001 e para ter certeza de que a Al Qaeda não usaria o Afeganistão como base para atacar os EUA novamente. Essa era a nossa missão e não reconstruir aquele país”.

O presidente admitiu que o avanço do Talibã aconteceu mais rapidamente do que se imaginava. “Isso tudo realmente se desenrolou mais rápido do que pensávamos”, admitiu Biden sobre o avanço Talibã.

Cumprindo um plano que se iniciou ainda no governo Donald Trump, os EUA iniciaram neste ano a retirada dos militares americanos que estavam há 20 anos em solo afegão. Com a saída, o Talibã ganhou terreno sobre as forças oficialistas apoiadas pelos EUA até que, neste fim de semana, tomassem a capital Cabul.

Biden, criticou a falta de reação das forças oficiais afegãs diante da ofensiva Talibã. “Os EUA não podem participar e morrer em uma guerra em que nem o próprio Afeganistão está disposto a lutar”, disse Biden.