Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil! Oops, pentacampeão!

0
2749

O time estrelado de Belo Horizonte conquistou pela quinta vez a Copa do Brasil, tornando-se assim o maior vencedor da competição ao lado do Grêmio de Porto Alegre. Os dois destacam-se do pelotão, seguidos por Flamengo (vice na noite de quarta-feira), Palmeiras e Corinthians – todos com três títulos. Outras 10 equipes comopletam a lista com um título conquistado: Fluminense, Vasco da Gama, Internacional, Atlético-MG, Santos, Sport Club do Recife e os pequenos Juventude, Criciúma, Paulista de Jundiaí e Santo André. Da elite do futebol brasileiro, apenas São Paulo e Botafogo ainda não sentiram o gosto de ser campeão da segunda principal competição do calendário do futebol brasileiro.

Disputa renhida entre finalistas

Não se pode dizer que a vitória do Cruzeiro foi indiscutível nem se criticar a derrota do Flamengo. Ambos foram rigorosamente iguais e o campeão surgiu apenas na disputa das penalidades máximas. No início do mês, os dois times se enfrentaram no Rio de Janeiro e o resultado final foi 1 a 1. O empate no campo adversário conferiu ao Cruzeiro um ligeiro favoritismo, pois a partida decisiva seria no Mineirão. Entretanto, novamente prevaleceu o equilíbrio. Ao término dos 90 minutos regulamentares, a definição do novo campeão da Copa do Brasil foi mesmo para a loteria dos pênaltis. Aí, brilhou a estrela do goleiro Fábio, da Raposa, que defendeu a cobrança do meia Diego, e a eficiência dos cinco cobradores do Cruzeiro que converteram suas penalidades. Assim, o placar final ficou 5 a 3 para o Cruzeiro, e a torcida celeste pôde comemorar à vontade com mais esta conquista – que transforma o time mineiro na primeira equipe brasileira já classificada para a Copa Libertadores da América 2018.

Vilões e heróis?

Como sempre ocorre em decisões por penalidades, o goleiro que consegue defender cobranças é exaltado e o batedor que desperdiça o pênalti é execrado por sua torcida. Recentemente, a torcida palmeirense ficou irada com o lateral Egidio que errou sua cobrança e, com isto, permitiu a classificação da equipe do Barcelona de Guayaquil para outra fase da Copa Libertadores da América. Agora, o “vilão” da vez chama-se Diego. O habilidoso meia flamenguista permitiu que Fábio advinhasse o canto e fizesse a defesa, enquanto o outro “vilão” Alex Muralha, goleiro do Flamengo, não conseguiu defender nenhuma das cobranças dos adversários. Isto é justo? Claro que não! O batedor quer converter seu pênalti e fica frustrado quando não consegue, até porque isto representa prejuízo para o clube que está defendendo, eliminação de sua equipe, perda de dinheiro e de reputação. Enfim, mais do que qualquer torcedor, o jogador de futebol profissional é a principal vítima. Portanto, flamenguistas nada de perseguir Diego – que coincidentemente não fez uma boa partida na final -, porque ele tem ainda muito a dar para os torcedores rubronegros. Mais injusto ainda, em minha opinião, é excessiva cobrança em cima do goleiro Alex Muralha. Ele vem sendo duramente criticado por não ter defendido nenhum pênalti batido pelos cruzeirenses. Ora, faça-me o favor, goleiro tem responsabilidade zero neste tipo de lance. Uma cobrança bem feita tira qualquer posssibilidade de defesa – e lembrem-se que estamos falando de jogadores profissionais, acostumados a treinar exaustivamente este tipo de jogada. Admito que ter sido apelidado de “Muralha” contribui para ironia dos torcedores flamenguistas (e rivais!), porém, querer debitar a perda do título a ele é um pouco demais, não é mesmo?

Flamengo briga por outro título em 2017

O mau humor da torcida do Flamengo é um pouco injustificada. Não podem esquecer que o Rubro-Negro sagrou-se campeão carioca este ano e ainda está vivo na disputa de um torneio international: a Copa Sul-Americana. Em sua caminhada em busca do título desta competição – que também garante presença do campeão na Copa Libertadores da América 2018 -, o Mengão terá pela frente o Fluminense, arquirrival regional. E, convenhamos, Fla x Flu é um dos clássicos mais charmosos do futebol brasileiro. As duas partidas válidas pelas quartas de final da Copa Sul-Americana estão marcadas para os dias 25 de outubro e 1º de novembro. O vencedor desta chave enfrentará o ganhador da série entre Sport Club do Recife e Junior Barranquilla da Colômbia, que se enfrentam em 26 de outubro e 2 de novembro. Pela Copa Libertadores da América, o Grêmio visita o Barcelona em Guayaquil na quarta-feira, 25 de outubro, e recebe os equatorianos em Porto Alegre no dia 1º de novembro, no confronto decisivo para saber quem irá à final.

Conmebol anuncia novidades I

Nos dois jogos da final da Copa Sul-Americana 2017 terão árbitro de vídeo. O anúncio foi feito na quinta-feira (28) pelo presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, durante um evento que está sendo realizado em Bogotá, na Colômbia. “Acreditamos que seja mais uma aposta da Conmebol a favor da justiça dentro do campo de jogo e do fair play. É mais uma ferramenta para que os árbitros possam fazer muito melhor o seu trabalho”, explicou o presidente. Ele somente não explicou porque este critério também não será adotado nas duas partidas finais da Copa Libertadores da América…

Conmebol anuncia novidades II

Por falar em Libertadores, os clubes brasileiros – e de todo o continente sul-americano – receberam uma boa notícia na quarta-feira (27). A Conmebol anunciou que garantiu o valor mínimo de US$ 1,4 bilhão para a comercialização de seus torneios entre os anos de 2019 e 2022. Isso representa mais do que o dobro do contrato atual, que vai até o próximo ano. Significa também maiores premiações, reivindicação de todos os clubes brasileiros nas edições recentes dos torneios da Conmebol, principalmente a Libertadores. Além de ampliar os ganhos para seus torneios a partir de 2019, a Conmebol também anunciou o calendário de suas competições de clubes para 2018. Nas datas anunciadas, uma chama atenção. A entidade deixou marcada uma eventual final única para a Libertadores para o dia 1º de dezembro do próximo ano, um sábado. No entanto, a mudança no formato do torneio ainda não está garantida, e os dias 7 e 28 de novembro estão reservados para os dois jogos da decisão, caso o regulamento seja mantido. A final única é um desejo do presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez. O martelo sobre adoção ou não do modelo europeu na decisão será batido no final deste ano. Quatro cidades surgiram como candidatas a receber o evento: Lima, São Paulo, Rio de Janeiro e Miami.

Jorge é convocado por Tite

Após a confirmação da lesão de Filipe Luís, o lateral-esquerdo Jorge, do Monaco, comemorou a segunda oportunidade com a camisa da Seleção. Depois de ter defendido a equipe comandada por Tite no amistoso contra a Colômbia, em janeiro deste ano, o ex-jogador do Flamengo terá a chance de atuar pelo Brasil em jogos oficiais pela primeira vez e esperar agarrar a chance recebida. “Fico feliz demais pela confiança que o professor Tite e toda sua comissão estão tendo em mim. É uma honra voltar a representar o meu país, agora em um jogo oficial. Vivo um grande momento aqui no Monaco e espero me apresentar e dar o meu melhor, porque sei que assim posso voltar novamente. Fico triste pelas lesões de Filipe Luís e Marcelo, espero que se recuperem logo, porque são grandes jogadores, mas a vida é feita de oportunidades e quero aproveitar a que estou recebendo”, comentou o lateral-esquerdo.

Seleção Brasileira cumpre tabela

A Seleção Brasileira de Futebol cumprirá tabela nos dois últimos compromissos que restam nas Eliminatórias da Conmebol. Na quinta-feira (5), terá de enfrentar a Bolívia na altitude de La Paz. Apesar disto, Seleção da Bolívia não deve complicar para o escrete canarinho. Os bolivianos são penúltimos colocados e não têm mais chances de ir ao Mundial na Rússia. Jogarão apenas pela honra de derrotar o poderoso Brasil, recheado de estrelas, com destaque para Neymar. A despedida da equipe comandada por Tite será em grande estilo contra o Chile no dia 10 de outubro no Allianz Parque – a moderna arena do Palmeiras. Tudo indica que uma vitória sobre os chilenos fechará com chave de ouro esta tranquila eliminatória disputada pelo Brasil após Tite e sua comissão técnica terem assumido o comando.

Rodada decisiva para “caçadores” do líder

Palmeiras x Santos fazem no sábado no Allianz Parque o principal jogo da 26ª rodada do Brasileirão. O vencedor desta partida se transformará no maior perseguidor do líder Corinthians que navega em um mar de tranquilidade, com 10 pontos de vantagem sobre o Alvinegro praiano. Grêmio e Palmeiras vêm, logo a seguir com apenas 1 ponto de diferença para o vice-líder. Como o Grêmio está claramente com sua atenção voltada para a Copa Libertadores da América, os outros dois clubes paulistas tentarão “roubar” o título do arquirrival regional. Um empate, porém, é um mau resultado para ambos. Por sua vez, o Grêmio recebe o Fluminense em Porto Alegre e o time carioca está mais necessitado da vitória para se afastar do perigoso Z4. O líder Corinthians parece ter se dado bem com a decisão da Copa do Brasil. A conquista do título pode fazer com que os jogadores do Cruzeiro entrem menos pilhados para vencer a partida. Além disto, estarão se recuperando do esforço físico e psicológico despendido na quarta-feira.

Outros jogos

Os demais jogos do Brasileirão também são interessantes porque todos clubes têm um objetivo. A rodada abre com Vasco da Gama x Chapecoense no Rio de Janeiro e os dois querem a vitória para ficarem mais longe da Zona de Rebaixamento e confirmar suas vagas na Copa Sul-Americana. No mesmo dia, o Bahia recebe Coritiba e ambos têm obrigação de vencer. O Tricolor de Aço quer distância do Z4 e o Coxa quer sair do Z4. Para confirmar a boa fase, o Botafogo recebe o Vitória no Rio de Janeiro e a equipe baiana quer mostrar porque é um visitante indigesto. São Paulo recebe Sport na capital paulista e não pode nem pensar em empatar. O Tricolor paulista ainda está no Z4 e sua torcida deve novamente lotar o Morumbi para incentivar sua equipe contra o Rubro-Negro pernambucano. Avaí, que faz a melhor campanha do segundo turno, deve vencer o Atlético-GO, que parece irremediavelmente rebaixado para a Série B. O duelo entre Atlético-PR e Atlético-MG fecha o domingo e o Galo, que trocou de técnico (Rogério Micale saiu e Oswaldo de Oliveira assumiu), tentará surpreender seu homônimo na Arena da Baixada. A rodada encerra-se na segunda-feira (2) com a Ponte Preta recebendo o Flamengo no Estádio Moisés Lucarelli em Campinas. Os objetivos são diferentes, pois enquanto o Mengo tenta conquistar mais pontos para carimbar presença na Copa Libertadores da América do próximo ano a Macaca necessita da vitória para sair da Zona de Rebaixamento.

Internacional deve estar de volta à Série A

A vitória de 2 a 1 sobre o América-MG na quarta-feira (27) garantiu a liderança isolada do Internacional de Porto Alegre na Série B, com 51 pontos, três a mais do que o próprio Coelho. Paraná e Vila Nova completam o grupo de clubes que disputariam a Série A no ano que vem. Claro que ainda é muito cedo para apontar os novos integrantes da elite do futebol brasileiro, mas pouca gente duvida que o Colorado estará de volta ao lugar de onde nunca deveria ter saído.