Decisão legal é balde de água fria em milhões de imigrantes

0
1621

A corte de apelações 5th US Circuit Court of Appeals de Nova Orleans decidiu por 2 votos contra 1 que a ação executiva tomada por Obama, visando a emissão de autorizações de trabalho e carteiras de motoristas para milhões de indocumentados atualmente residindo nos EUA , é considerada excessiva em relação ao poder executivo incutido no presidente americano.

A notícia, esperada por milhões, foi um balde de água fria na esperança de regularização de tantos que buscam apenas a oportunidade de trabalhar legalmente no país.

Apesar de a administração Obama continuar lutando ferrenhamente por alternativas legais criativas que levem a legalização de milhões de imigrantes, o governo tem encontrado um congresso e senado que não estão dispostos a discutir a questão imigratória.

O Departamento de Justiça norte-americano jurou, em anúncio sucinto e direto, continuar lutando nas vias legais pela ação, mas com a vindoura saída do presidente Obama em Dezembro de 2016, é possível que a morosidade do sistema legal seja o tiro de misericórdia da ação executiva.

A decisão publicada pela justiça estima que hajam hoje 11.3 milhões de imigrantes em situação irregular, e que nos últimos anos o Congresso autorizou uso de fundos que dariam para deportar somente 400 mil imigrantes por ano, deixando milhões em limbo.

O porta-voz da maioria no Senado, o Senador Republicano Paul Ryan, vociferou na semana passada a falta de interesse da maioria republicana em discutir a questão imigratória durante o mandato do presidente Obama, fechando ainda mais as portas para os imigrantes que aguardam, ansiosos, por uma alternativa que os permita ficar legalmente nos Estados Unidos.

É importante que a população fique alerta com a oferta de legalização por parte de pessoas inescrupulosas e que visam tomar vantagem do desespero alheio. Na dúvida, consulte um advogado licenciado.

Colaborou para este artigo a advogada Renata Castro, Esq.