Delator da JBS enviou iate de $10 milhões para Miami antes de escândalo estourar

Joesley Batista teria enviado embarcação de Santa Catarina para Miami no dia 8 de maio

0
15157
Foto de iate do mesmo modelo adquirido por Joesley Batista
Foto de iate do mesmo modelo adquirido por Joesley Batista

DA REDAÇÃO, COM O GLOBO – O empresário Joesley Batista, proprietário da gigante do ramo frigorífico JBS, enviou um iate avaliado em $10 milhões de Santa Catarina para Miami no dia 8 de maio. De acordo com informações do jornal O Globo, o iate Leonardo 100 foi transportado para Miami em um navio.

A informação foi revelada pelo jornal Diário Catarinense.  O iate estaria atracado desde março em Itajaí e não teria sido usado até ser levado para Miami. A embarcação é um dos lançamentos mais luxuosos da Azimut e foi batizada com o sugestivo nome de “Why Not” por Joesley. O iate tem 30,4 metros de comprimento (98 pés), três andares, quatro quartos, incluindo uma suíte de 20 metros quadrados, cozinha, salas de estar, banheira de hidromassagem e capacidade para 25 pessoas.

Segundo o Diário Catarinense, a embarcação chegou à Marina Itajaí no dia 15 de março, em meio à negociação de Joesley com a Procuradoria Geral da República e a empresa de logística Dacon fez o transporte já com a papelada necessária para envio do iate para o exterior.

O jornal catarinense explica ainda que o iate foi levado da Marina Itajaí até o Porto de Itajaí, e a operação delicada de içá-lo para dentro do navio demorou cerca de cinco horas. A data de desembarque do barco em Miami não foi divulgada.

Na última semana, em acordo de delação premiada, Joesley Batista e seu irmão Wesley revelaram um esquema de pagamento de propinas a políticos brasileiros.  Os delatores gravaram o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, depois que ele foi preso na operação Lava Jato. Na delação de Joesley, o senador Aécio Neves (MG) é gravado pedindo ao empresário R$ 2 milhões.

Os empresários da JBS se encontram em New York para onde viajaram de jatinho particular no dia 10 de maio.