Departamento de Saúde interdita praias na Flórida

Poluição por alga tóxica e coliformes fecais preocupa autoridades

0
5622
Alga tóxica cobre a superfície do Lago Okeechobee, na região central do estado

O Florida Department of Health (saúde pública) proibiu o banho em várias praias do estado depois dos resultados de testes feitos para determinar a poluição por coliformes fecais na água.

As seis praias infectadas ficam nos condados de Okaloosa e Walton, no noroeste da Flórida, na região conhecida como Panhandle. Todas são destinos turísticos populares.

Todas as praias da Flórida estão sendo testadas para a presença da bactéria enterococci, que pode ser uma indicação de poluição por coliformes fecais.

O DOH afirma que a bactéria afeta o trato intestinal de humanos e animais, podendo causar infecções internas e cutâneas.

As praias de Miami-Dade e Broward tiveram avaliação “pobre” em testes recentes, mas não foi emitida nenhuma proibição para o banho nelas.

Algas

Na sexta-feira (1), o governador Rick Scott decretou estado de emergência nos condados de Martin, St. Lucie, Lee e Palm Beach por causa de uma contaminação por uma alga tóxica que escapou do Lago Okeechobee e se espalhou pelas praias da região.

A proliferação da alga é causada pela poluição de agrotóxicos, fertilizantes e esgotos.