Covid-19: DeSantis revela plano de distribuição da vacina na Flórida

Um milhão de pessoas deverão ser imunizadas na primeira rodada de distribuição das doses

0
1158
Funcionários e moradores de casas de repouso terão prioridade em receber a vacina (foto: pixabay)
Miami-Dade conta com a maior infraestrutura de saúde do sul da Flórida (Foto: OMS/ONU)

Na próxima quinta-feira (10), a Food and Drug Adminstration (FDA) dará o seu parecer sobre o uso generalizado da vacina contra a covid-19 produzida pelo laboratório Pfizer. O imunizante comprovou mais de 90% de eficácia nas fases de testes, o que faz com que a aprovação seja a decisão mais provável.

Diante disso, o governador Ron DeSantis adiantou a estratégia de distribuição da vacina na Flórida, indicando funcionários e moradores de casas de repouso como grupo prioritário para receber as doses.

“Na Flórida, queremos obter o máximo de vacinas possível para nossos cidadãos, mas sabemos que não teremos, nenhum estado terá”, disse DeSantis em um vídeo gravado na sexta-feira (4) à noite.

O segundo grupo a ser imunizado, segundo o governador, serão pessoas que trabalham em hospitais e, em seguida, idosos com mais de 65 anos.

O plano de DeSantis difere do recomendado pelo Centers for Disease Control (CDC), que coloca trabalhadores da linha de frente do combate à pandemia, como médicos e enfermeiros, no topo da lista.

 Jason Goldman, um epidemiologista que integra o painel consultivo do CDC disse que governador está considerando as pessoas que apresentam maior risco de morte, ignorando aqueles que têm mais chance serem infectados pelo cornavírus.

“As pessoas que moram em casas de repouso e abrigos podem ter outras estratégias de mitigação do vírus, equipamentos de proteção, triagem de funcionários e outras formas de se proteger. Ele deveria se preocupar mais com os mais vulneráveis como aqueles que estão em hospitais em contato direto com os contaminados”, disse. “Mas cada estado tem que olhar para suas próprias realidades “, analisou.

Para ter eficácia garantida, a vacina da Pfizer terá que ser aplicada duas vezes, com um espaço de 21 dias entre as doses.

Autoridades de saúde disseram que os EUA receberão 40 milhões de frascos e a Flórida cerca de 2 milhões deles. Isso significa que em um primeiro momento, um milhão de pessoas serão vacinadas no estado.

“Distribuir uma vacina em um estado grande e diversos é um grande desafio, mas é uma grande prioridade para o estado da Flórida”, disse o governador.

Ele também ressaltou que ninguém será obrigado a receber o medicamento. “Cada um escolhe o melhor momento para se vacinar”, relatou.

Na próxima semana, o conselho consultivo da FDA fará uma nova reunião para discutir a aprovação da vacina do laboratório Moderna, que apresentoiu 94% de eficácia.