Despedidas de Wade, Nowitzki e Ginóbili da NBA

0
1461

Falar de Dwayne Wade para os fãs do Miami Heat recende ao misto de reverência, frustração e saudade. Reverência pelo melhor jogador que atuou pela equipe, frustração por saber que ele não vestirá mais a gloriosa camisa nº 3 do Miami Heat e saudade pelos jogos memoráveis que ele proporcionou junto com seus companheiros, tanto no American Airlines Arena quanto nas quadras de todo país.

O auge, é claro, foi atingido no início desta década, mais exatamente de 2010 a 2014. Wade aceitou reduzir seu salário para ter a companhia de Chris Bosh e do cracaço LeBron James. Foram quatro temporadas inesquecíveis que resultaram em dois títulos (2012 e 2013) da NBA e dois vice-campeonatos (2011 e 2014). Agora, na temporada 2018-2019, os três protagonistas estão fora dos holofotes. Chris Bosh, que teve de abreviar sua carreira por causa de uma doença, teve sua camiseta nº 1 oficialmente aposentada em um jogo no qual a derrota em casa para o Orlando Magic significou praticamente o adeus aos playoffs. LeBron James, que aceitou o desafio de liderar o icônico Los Angeles Lakers, está fora dos playoffs depois de 15 anos ininterruptos. Por fim, Dwayne Wade fez sua despedida oficial da NBA na quarta-feira (10) diante do Brooklin Nets. Porém, a mais emocionante ocorreu um dia antes na vitória de 122 a 99 sobre o Philadelphia Sixers. O cestinha do jogo não poderia ser outro que não fosse Wade, com 30 pontos. No jogo final, realizado na quarta-feira (10), Miami Heat foi derrotado por Brooklin Nets por 113 a 94, com 25 pontos de Wade.

Dwayne Wade fez parte de um dos melhores drafts da NBA, o de 2003. Ele foi o escolhido nº 5, atrás de LeBron James (Cleveland Cavaliers), Darko Milicic (Detroit Pistons), Carmelo Anthony (Denver Nuggets), Chris Bosh (Toronto Raptors) e Wade (Miami Heat). Ironicamente, três deles jogaram juntos no Miami Heat. O legado de Dwayne Wade é o de três títulos conquistados – em 2006 foi eleito inclusive o MVP das finais – e dois vice-campeonatos.

Seus números são impressionantes:  MVP do All-Star Game em 2010, 13× NBA All-Star, Equipe principal de novatos em 2004, vencedor do NBA Skills Challenge em 2006 e 2007, medalha de ouro com o time dos EUA nos Jogos Olímpicos de 2008, e bronze nos Jogos Olímpicos de 2004 e no Campeonato Mundial da FIBA em 2006, líder de pontos e de assistências do Miami Heat.

Outro craque que se aposenta é o alemão Dirk Nowitzki – sem dúvida, o maior craque que já atuou no Dallas Mavericks. Em discurso emocionado despediu-se dos torcedores na vitória de 120 a 109 sobre o Phoenix Suns, com 30 pontos anotados.  No último jogo, Dallas Mavericks perdeu para o San Antonio Spurs por 105 a 94, com 20 pontos de Nowitzki. Depois de receber diversas homenagens por todos os ginásios que passou nesta temporada, o Mavs fez a sua ontem para o seu maior ídolo. Na noite de despedida, brilhou a senha 41.21.1: 41 que é o numero do Nowitzki, 21 o de temporadas pelo time e 1 por ser o maior Maverick da história. Na NBA desde 1998/1999, o alemão foi 14X All-Star, vice-campeão em 2006, campeão em 2011, MVP das finais inclusive, MVP em 2007 e com mais de 31.500 pontos está em sexto entre os maiores cestinhas de todos os tempos.

Embora não tenha disputado o campeonato desta temporada, o San Antonio Spurs aposentou a gloriosa camisa nº 20 de Emannuel Ginóbili, que formou o magnífico trio vencedor ao lado de Tim Duncan e Anthony Parker. Juntos, eles venceram quatro campeonatos da NBA (2003, 2005, 2007, 2014). Em 2005 e 2011 foi NBA All Star.

Outros números confirmam sua grandeza: Eleitos sexto homem em 2008, campeão e MVP das finais da EuroLeague em 2001, 2× EuroLeague cestinha das finais em 2001 e 2002, entrou no time principal da All-EuroLeague em 2002, campeão italiano em 2001, medalha de ouro em 2004 com a Seleção da Argentina.

Ou seja, são três personagens que deixarão saudades e seguramente estarão no Hall of Fame da NBA em um futuro próximo.

Playoffs começam no sábado

Encerrada a temporada regular, neste fim de semana começam os playoffs das Conferências Leste e Oeste que apontarão os vencedores de cada Conferência que serão também aqueles que disputarão o título da NBA.

Os classificados na Conferência Leste por ordem: Milwaukee Bucks, Toronto Raptors, Philadelphia 76ers, Boston Celtics, Indiana Pacers, Brooklyn Nets, Orlando Magic e Detroit Pistons.

Os classificados na Conferência Leste por ordem: Golden State Warriors, Denver Nuggets, Houston Rockets, Portland Trailblazers, Oklahoma Thunder City, Utah Jazz, San Antonio Spurs e Los Angeles Clippers.

Jogos no final de semana:

Sábado (13 de abril)

Equipes

Horário

Emissora de transmissão

Brooklyn x Philadelphia

2:30PM

ESPN

Orlando x Toronto

5:00PM

ESPN

Los Angeles Clippers x Golden State Warriors

8:00PM

ABC

San Antonio Spurs x Denver Nuggets

10:30PM

ESPN

Domingo (14 de abril)

Equipes

Horário

Emissora de transmissão

Indiana Pacers x Boston Celtics

1:00PM

TNT

Oklahoma City Thunder x Portland Trailblazers

3:30PM

ABC

Detroit Pistons x Milwaukee Bucks

7:00PM

TNT

Utah Jazz x Houston Rockets

9:30PM

TNT

Inter Miami torna Lockhart Stadium em Fort Lauderdale sua casa temporária

Inter Miami CF transformará o Lockhart Stadium, em Fort Lauderdale, como sede do clube nas duas primeiras temporadas da Major League Soccer. Os donos do clube, David Beckham e Jorge Mas, anunciaram que o ex-estádio do Fort Lauderdale Strikers abrigarão a expansão da MLS a partir de 2020. Lockhart Stadium será sede nas duas primeiras temporadas até que seu próprio complexo esportivo localizado no Miami Freedom Park esteja construído.

A proposta foi aceita por Fort Lauderdale. Afinal, é um bom negócio para a cidade porque os donos do Inter Miami se comprometerão a reformar completamente o estádio, com capacidade para 18 mil torcedores, que se encontra abandonado.

A proposta do Inter Miami inclui plano para demolir o Lockhart Stadium e substituir como um estádio reconstruído, avaliado em $60 milhões, para ser a sede do clube nas temporadas de 2020 e 2021. Inter Miami pretende ainda usar o Lockhart, inaugurado em 1959, como centro de treinamento do clube e sede para o time da USL Division II, além de manter oito academias de formação de jogadores.

Brasileiros vão bem na Copa Libertadores da América

Dos sete time brasileiros que disputam a Copa Libertadores da América, cinco foram bem, um mal e outro não dá para avaliar porque o jornal foi fechado antes do final da partida.

A boa rodada começou na terça-feira (9) com vitórias do Internacional e do Athletico-PR, e prosseguiu na quarta-feira (10) com vitórias de Cruzeiro, Palmeiras e Grêmio. A má notícia foi a goleada sofrida pelo Atlético-MG, que praticamente elimina o Galo de se classificar para as oitavas de final da competição sul-americana.

Aqui, estão os resumos das partidas envolvendo brasileiros no certame.

Guerrero decide e Inter está no mata-mata da Libertadores

O Internacional está nas oitavas de final da Libertadores da América. No sufoco, o time de Odair Hellmann derrotou o Palestino por 3 a 2, com dois gols de Paolo Guerrero e chegou aos 10 pontos. O time chileno é o vice-líder da chave, com quatro pontos. Na próxima rodada, o Internacional visita o Alianza Lima, no Peru. O Palestino recebe o River Plate.

O Inter não queria adiar a classificação. Por isso entrou disposto a definir a vitória no começo da partida na noite de terça-feira (9), diante do Palestino, no Beira-Rio. A ideia deu certo nos minutos iniciais, mas os chilenos buscaram o empate. Só que o talento de Nico López e Paolo Guerrero definiu o triunfo por 3 a 2. O peruano vibrou com os dois gols marcados.

“Estou entrosando, conhecendo meus companheiros. Tento que ele acreditem em mim, porque sou novo aqui. Tinham uma forma de jogar. Estou me adaptando, estão me ajudando. Tenho que botar essa intensidade que todos botam dentro do campo”, declarou Guerrero.

Prestes a disputar mais uma final de Campeonato Gaúcho contra o arquirrival Grêmio, o Internacional também trabalha forte nos bastidores. E um dos assuntos discutidos no momento é a situação do atacante Nico López. Em 2018, os empresários de Nico foram procurados por representantes de grandes clubes do país, como Corinthians, Palmeiras e Flamengo. À época, ninguém conseguiu tirar o estrangeiro do Sul. Caso as tratativas entre Nico e Inter comecem a se arrastar, a tendência é que os clubes que mantêm o atleta de 25 anos no radar voltem a se manifestar.

A classificação antecipada às oitavas de final da Copa Libertadores da América dá tranquilidade ao Colorado que pode agora se concentrar exclusivamente nos jogos decisivos do Gauchão contra o Grêmio, marcados para este domingo (14) no Estádio Beira Rio e para quarta-feira (17) na Arena do Grêmio. Pela Copa Libertadores, o clube volta a atuar no dia 24 de abril no Peru contra o Alianza Lima.

Athletico-PR vence Tolima e Coritiba em dois dias

O Athletico-PR está mesmo em alta. Após ter derrotado o Tolima por 1 a 0 (gol de Bruno Guimarães) pelo Grupo G da Copa Libertadores da América na terça-feira (9), a equipe de aspirantes derrotou os titulares do Coritiba em cobrança de pênaltis e farão as finais do Campeonato Paranaense. Os aspirantes do Athletico foram campeões da Taça Dirceu Krüger, o returno do estadual. Depois de um jogo emocionante, cheio de chances e com o empate do Furacão no fim do jogo, a partida foi decidida nos pênaltis, que foi levada até à oitava cobrança, quando Romércio bateu e Léo defendeu para dar o troféu para o Athletico. A final do Paranaense será contra o Toledo, que venceu o primeiro turno (em cima do Coritiba e também nos pênaltis). A decisão será em dois jogos, e o primeiro acontece neste domingo.

Athletico e Toledo fazem os dois jogos das finais do Paranaense. O primeiro será neste domingo, em Toledo. No próximo dia 21, domingo também, a partida será na Arena da Baixada. O Athletico tem a melhor campanha do Paranaense e garantiu o benefício de decidir em casa

Pela Libertadores, o Furacão volta a campo no dia 24 de abril no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia. Líder do Grupo G, com 9 pontos, seguido pelo Boca Juniors, com 7 pontos, um empate praticamente garante a classificação à próxima fase.

Atlético-MG sofre derrota contundente

A noite de quarta-feira (10) do torcedor do Atlético-MG começou animadora, mas a alegria durou apenas alguns minutos. Vinte minutos, para ser mais preciso. Foi este o tempo que o Galo conseguiu controlar o Cerro Porteño, em Assunção, pela Libertadores, e sair na frente, com gol de Ricardo Oliveira. Depois disso, só deu o time paraguaio, que dominou o jogo, aproveitou que a equipe alvinegra sentiu o golpe do primeiro gol e marcou outros três, levando para o intervalo o placar de 4 a 1, também resultado final da partida.

O Cerro deu um baile. Em 13 minutos, o time da casa fez quatro gols (Acosta, Carrizo, Victor Cáceres e Larrivey), aproveitando falhas individuais do Atlético-MG e consolidou a goleada e a classificação para as oitavas de final. De quebra, deixou o Galo em uma situação extremamente complicada na Libertadores. Para se classificar, precisa vencer os dois jogos restantes e torcer para o Nacional do Uruguai não pontuar.

O time volta as atenções para o primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro. No domingo (14), o Atlético-MG enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão. Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o Atlético-MG tem a vantagem do mando de campo na segunda partida, além de jogar por dois empates ou vitória e derrota pelo mesmo saldo de gols para ficar com o título do Estadual.

Cruzeiro aplica goleada contundente

Em outra grande exibição nesta temporada, o Cruzeiro não teve dificuldades para vencer o Huracán, por 4 a 0, na noite de quarta-feira (10), no Mineirão, pela quarta rodada do Grupo B da Copa Libertadores. Fred, com três gols no primeiro tempo, foi o destaque da partida. Dodô, com um golaço na segunda etapa, fechou a goleada.

Se o Cruzeiro é o único time das Séries A e B do Campeonato Brasileiro que segue invicto nesta temporada (14 vitórias e quatro empates), na Copa Libertadores a campanha do time é ainda mais brilhante: foram quatro vitórias em quatro jogos. Destaque para o atacante Fred, autor de três gols, ainda no primeiro tempo. Ele chegou à impressionante média de um gol por partida em 2019 (14 gols em 14 jogos disputados). A vitória sobre o Huracán valeu ao Cruzeiro a classificação antecipada para as oitavas de final da Libertadores (juntamente com Internacional, Cerro Porteño-PAR e Libertad-PAR).

Grêmio ressuscita na Libertadores

O espírito copeiro que acompanha o Grêmio retornou à Arena na quarta-feira (10). O Tricolor bateu o Rosario Central por 3 a 1 e ainda contou com a virada do Libertad sobre a Universidad Católica (3 a 1), no Chile, para seguir vivo na Libertadores da América. Agora, depende apenas de si para se classificar para as oitavas de final da competição.  Em 30 minutos, Everton assumiu a responsabilidade e criou quatro chances de gol. Na quinta, optou por passar para Jean Pyerre, que abriu o placar. No segundo tempo, o camisa 21 retribuiu a gentileza e assistiu a Leonardo para que o lateral ampliasse o marcador. Em noite de redenção, Léo Gomes ainda bateu cruzado para fazer o terceiro. Aguirre descontou aos 42 minutos, mas não diminuiu a festa das 30 mil pessoas presentes no estádio.  Se a Católica vencer o Rosario Central na próxima rodada, chega a nove pontos. Logo, se o Tricolor ganhar os dois jogos seguintes – do Libertad e da equipe chilena –, avança para a fase de mata-mata com 10. Agora, o time volta as atenções para a decisão do Gauchão, no embate entre Internacional e Grêmio no Beira Rio no domingo.

Verdão vence e praticamente se classifica

Deyverson, Dudu e Hyoran asseguraram a vitória do Palmeiras por 3 a 0 sobre o Junior Barranquilla, da Colômbia, na noite de quarta-feira (10), no Allianz Parque, em jogo válido pela quarta rodada da Copa Libertadores da América. O time de Felipão, apesar do triunfo, fez um jogo que alternou lampejos e apatia. Mas fez o dever de casa.

Com a vitória desta noite, o Palmeiras vai a nove pontos, mantém a segunda colocação do Grupo F e fica a um ponto da classificação para as oitavas de final. O líder da chave é o San Lorenzo, da Argentina, com dez pontos. A distância para o peruano Melgar, terceiro colocado, é de quatro pontos. O colombiano Junior Barranquilla ainda não pontuou e é o lanterna.

A nota triste ficou por conta de alguns “torcedores” palmeirenses que apedrejaram o  ônibus da delegação do Palmeiras na chegada do time à arena para o jogo de quarta-feira. Os jogadores ficaram inconformados com a reação da torcida e alguns até choraram no vestiário. Pela manhã, alguns muros do estádio do Verdão foram pichados com frases de protesto pedindo as saídas do atacante Borja e de Leila Pereira, conselheira e dona da patrocinadora do clube. Claramente, são manifestações políticas de grupos, leia-se torcidas organizadas, insatisfeitos com o corte de algumas benesses.