Dira Paes é a grande homenageada do 23º Festival de Cinema Brasileiro de Miami

Atriz vai receber tributo na noite de encerramento do festival

0
1398
A estrela do cinema brasileiro Dira Paes, que estrela no Brazilian Film Festival of Miami (BRAFF) os filmes ‘Veneza’, de Miguel Falabella, e Divino Amor, de Gabriel Mascaro, é a grande homenageada deste ano (Foto: Demetrius Borges/BRAFF)
A estrela do cinema brasileiro Dira Paes, que estrela no Brazilian Film Festival of Miami (BRAFF) os filmes ‘Veneza’, de Miguel Falabella, e Divino Amor, de Gabriel Mascaro, é a grande homenageada deste ano (Foto: Demetrius Borges/BRAFF)

DA REDAÇÃO – A estrela do cinema brasileiro Dira Paes, que estrela no Brazilian Film Festival of Miami (BRAFF) os filmes ‘Veneza’, de Miguel Falabella, e Divino Amor, de Gabriel Mascaro, é a grande homenageada deste ano. A atriz vai receber na noite de encerramento do festival, no sábado 21 em Miami, um troféu por seu trabalho e um tributo à atriz será apresentado pelo ator Daniel Del Sarto. 

Dira, que tem mais de 30 anos de carreira cinematográfica, afirmou estar extremamente lisonjeada em receber a premiação e elogiou o trabalho das organizadoras do festival, Adriana Dutra, Cláudia Dutra e Viviane Spinelli. “Esse é um trabalho de persistência e de continuidade para que o festival acontecesse todos esses anos. Deixo aqui meus parabéns às organizadoras do festival, que nunca deixaram de acreditar em sua realização”, elogiou Dira em entrevista coletiva realizada no Silverspot Cinema em Miami.  

A atriz diz ter ficado encantada em trabalhar pela primeira vez com Miguel Falabella, a quem qualificou como “força da natureza”. Segundo a atriz paraense, “Miguel tem uma abrangência de talentos, porque é diretor, autor, ator, cantor e faz tudo muito bem”. Dira comentou que no momento das filmagens ele contava histórias para os demais componentes do elenco. “Mais do que contador de histórias, ele é encantador de histórias”, exaltou.

Falabella também retribuiu os elogios ao dizer que, embora nunca tenha trabalhado com ela, escreveu o personagem Rita com Dira em mente. “Ainda bem que ela aceitou porque o personagem se encaixava perfeitamente com ela”, afirmou o multitalentoso artista.

“Veneza”, aliás, foge do padrão de comédia que tanto caracterizou Miguel Falabella. Trata-se de um filme lírico onde prevalece emoção. 

Ecleidira Maria Fonseca Paes – a Dira Paes – tem 50 anos e estreou no cinema em 1984 na superprodução ‘A Floresta de Esmeraldas’, dirigida por John Boorman. A partir daí, ela nunca mais parou, tendo também participado de diversas novelas, seriados e peças de teatro. 

Brazilian Film Festival

Durante oito dias, Miami se vestiu de verde e amarelo para celebrar a 23ª edição do Brazilian Film Festival, organizado pela Inffinito Foundation, entre os dias 14 e 21 de setembro. O festival trouxe o melhor das produções cinematográficas brasileiras e, nesta semana, artistas, produtores e diretores estão na cidade para celebrar a sétima arte. 

Diversos eventos, debates e, claro, a mostra competitiva de melhor filme acontecem nesta semana. O encerramento do festival será neste sábado (21) quando será conhecido o filme vencedor que leva o troféu ‘Lente de Cristal’. 

Uma das organizadoras do festival, Cláudia Dutra destacou que o Festival de Cinema Brasileiro de Miami será ainda melhor a partir de 2020. Sem revelar quais serão as novidades, ela demonstrou entusiasmo de elevar o patamar do BRAFF às vésperas dele completar Bodas de Prata, que ocorrerá em 2021.