DJ brasileiro é morto a tiros em porta de boate na Flórida

Amigos lamentam a morte: “ele tinha um futuro brilhante”

0
16602
Rogério Melo Anjos foi levado ao hospital Lee Memorial, onde ele não resistiu os ferimentos e faleceu durante a cirurgia
Rogério Melo Anjos foi levado ao hospital Lee Memorial, onde ele não resistiu os ferimentos e faleceu durante a cirurgia

O brasileiro Rogério Melo Anjos, mais conhecido como DJ Roger Brazil, de 34 anos, foi assassinado a tiros na porta de uma casa noturna em Fort Myers (FL), na madrugada de sábado (1). O Departamento de Polícia de Fort Myers (FL) prendeu na terça-feira (4), o suspeito de ter matado o DJ e pintor de casas de luxo.

Kahleel Perez,  de 21 anos, foi preso pela polícia de Fort Myers acusado pelo assassinato do brasileiro, além de uso e posse ilegal de arma de fogo. Ele está preso na cadeia de Lee County Jail, sem direito à fiança, e tem audiência marcada para o dia 8 de maio.

Um funcionário do clube noturno Scarlett’s Cabaret detalhou que o brasileiro havia sido atingido no abdômen e levado ao hospital local. Uma equipe de emergência do Condado de Lee transportou Rogério, que é natural de Brasília (DF), ao hospital Lee Memorial, onde ele não resistiu aos ferimentos e faleceu durante a cirurgia.

O crime aconteceu na madrugada de sábado (1). A polícia informou que Anjos e um amigo estavam saindo do estacionamento do Scarlett’s quando eles discutiram com três indivíduos no local. A discussão tornou-se violenta e o brasileiro foi alvejado por um dos estranhos. O motivo da briga ainda não foi revelado.

“Eles estavam estacionados um em frente ao outro, portanto, teve a ver com eles tirando o carro e bloqueando a saída do outro”, disse o gerente do cabaré, Christopher Mays.

Os três indivíduos entraram em um veículo e fugiram da cena do crime. Eles fugiram num veículo de cor escura, modelo “hatchback” e com a placa amarela e azul de Nova York.

Rogério vivia nos EUA há 13 anos, era residente permanente e deixou a mãe e a irmã em Deerfield Beach e o pai e o filho, Joseph, de 12 anos, em Brasília (DF). O velório do brasileiro acontecerá na quarta-feira (5), entre às 4:00 pm e 6:00 pm, na Mullins Memorial Funeral Home, na Palm Beach Boulevard.

Pessoa amigável com futuro brilhante

Amigos e parentes de Rogério o descreveram como uma pessoa amigável, bom pai e profissional ambicioso. Conhecidos acrescentaram que a presença dele animava festas e ele frequentava muito os clubes noturnos locais.

“Todos que o conheciam, todas as garçonetes, funcionários do bar e ele era simplesmente um rapaz engraçado, bom e carismático”, acrescentou Christopher.

Entretanto, a madrugada de sábado (1) seria a última vez que os funcionários do cabaré veriam o brasileiro com vida.

“Ninguém pode imaginar a dor nesse momento, pois ele é aquele cara que te faz sorrir”, disse Rafaela Melo, irmã do DJ. “Eu simplesmente não consigo imaginar o meu sobrinho crescendo sem o pai; sem um pai maravilhoso; porque ele era um pai maravilhoso; isso é o que ele era”.

Wendy White, amiga de Rogério há mais de uma década, estava planejando comemorar a abertura da nova companhia do brasileiro, a Rogers Painting Contracting, antes do crime.

“É triste porque quando finalmente ele estava conquistando um novo patamar, tudo isso acontece e a vida dele é tirada”, disse ela. “Ele trabalhou tão arduamente. Ele acordava às 6 horas da manhã e trabalhava até às 8 horas da noite. Você não encontraria um pintor melhor que ele. Eles tinham trabalhos grandes e os negócios estavam se expandindo”.

White detalhou que Rogério e um amigo pararam no Scarlett’s Cabaret para tomar o último drinque, depois de terem se encontrado com outros amigos no Sky Bar, no centro de Fort Myers. Ainda segundo ela, Anjos era passageiro no carro e o motorista buzinou para outro veículo, dando início à discussão. Ele e o amigo saíram do carro, quando foi fatalmente atingido no abdômen.

“Eu não desejo nada de mal a ninguém porque, você sabe, Deus é maior que todos nós e eu sei que há um propósito para tudo, entretanto, eu quero que a justiça seja feita em nome dele”, disse Rafaela. (Com Brazilian Voices e newpress.com).

A polícia pede ajuda para localizar os suspeitos flagrados em imagens de segurança
A polícia pede ajuda para localizar os suspeitos flagrados em imagens de segurança