Dois homens morrem esfaqueados depois de defenderem muçulmana em trem

Autor das facadas é velho conhecido da polícia por crimes racistas; Trump é criticado por se manifestar apenas três dias depois do crime

0
4597
Homem é conhecido por ataques racistas
Homem é conhecido por ataques racistas

DA REDAÇÃO, COM AGÊNCIAS – Dois homens foram esfaqueados e mortos a bordo de um trem em Portland, Oregon, na sexta-feira (26), ao tentar defender duas jovens que eram alvo de xingamentos contra muçulmanos, informou a polícia no sábado (27).

A polícia identificou o autor dos xingamentos e do ataque como Jeremy Joseph Christian, de 35 anos. Ele foi preso logo após o ataque no trem, sem direito a fiança, e sua audiência está agendada para terça-feira (30). Christian é conhecido da polícia por outros crimes e por ser um racista assumido.

Christian começou a gritar insultos étnicos e religiosos para as duas mulheres, uma delas usando o hijab – vestimenta da religião muçulmana.  Três homens intervieram e foram esfaqueados. Ricky John Best, de 53 anos, morreu no local; Taliesin Myrddin Namkai Meche, de 23 anos, morreu no hospital, e Micah David-Cole Fletcher, de 21 anos, permanece no hospital, mas não há risco de vida, segundo a polícia.

Dyjuana Hudson, mãe de uma das jovens, disse ao jornal “The Oregonian”, que sua filha é negra e que embarcou e um trem com uma amiga muçulmana, também adolescente, que usava o hijab. Ela disse que o homem se aproximou delas enquanto gritava que muçulmanos deveriam morrer.

O ataque aconteceu horas depois do início do Ramadã, o mês sagrado do Islã, quando a maioria dos muçulmanos faz um jejum religioso diário.

Uma página no Facebook que parece pertencer a Christian menciona que “muçulmanos jihadistas” estão entre as pessoas que ele não gostava. A imagem da página corresponde a uma foto de Christian liberada pela polícia.

“Há muito ódio no mundo agora e demasiada violência. Nosso clima político atual permite muito espaço para aqueles que disseminam o fanatismo”, disse o prefeito de Portland, Ted Wheeler, durante coletiva de imprensa.

Trump criticado

O presidente Trump, que sempre comenta rapidamente ataques terroristas, foi criticado por comentar apenas na segunda-feira (29) o ocorrido. “Os violentos ataques ocorridos em Portland são inaceitáveis. As vítimas estavam defendendo pessoas do ódio e da intolerância. Nossas preces estão com as famílias deles”, disse Trump no Twitter oficial da Casa Branca, que tem muito menos seguidores que sua página oficial.

As diverças mug shots de Christian na polícia
As diversas mug shots de Christian na polícia