Dólar fecha em R$ 5,76 e atinge maior cotação em cinco meses

Segundo economistas a alta da moeda norte-americana se deve à cautela pelo avanço da pandemia e a proximidade das eleições americanas

0
884
Trata-se do maior patamar de fechamento desde o dia 15 de maio, quando chegou a R$ 5,83
Trata-se do maior patamar de fechamento desde o dia 15 de maio, quando chegou a R$ 5,83

A cotação comercial do dólar subiu 1,42% frente o real nesta quarta-feira (28) e fez com que a moeda norte-americana terminasse o dia negociada a R$ 5,7633. Trata-se do maior patamar de fechamento desde o dia 15 de maio, quando atingiu R$ 5,83.

Pela manhã, o dólar estava negociado a R$ 5,793, mas teve uma ligeira queda depois que o Banco Central brasileiro anunciou a venda de mais de $ 1 bilhão em moeda à vista, para tentar conter o avanço.

Segundo economistas, a disparada do dólar foi resultado da busca por segurança dos investidores em meio à forte disseminação da covid-19 em grandes economias e à aproximação da eleição presidencial dos EUA.