Dólar volta a subir e pode bater recorde

A cotação no Brasil segue a trajetória da moeda americana ante divisas de emergentes no exterior

0
804
Dollar
Dollar

O dólar voltou a operar em alta nesta quinta-feira (30), após cair na véspera, e ronda as máximas históricas. Os investidores continuam acompanhando a corrida eleitoral no país e o cenário externo.

No final da manhã, a moeda norte-americana subia 1,39%, a R$ 4,1747. Na máxima do dia, chegou a R$ 4,1782. Na mínima, a R$ 4,1195.

A seguir neste ritmo, o dólar pode encerrar o dia na maior cotação de fechamento da história frente ao real. A maior cotação de fechamento até agora foi registrada em 21 de janeiro de 2016, quando a moeda dos EUA encerrou o dia a R$ 4,1631.

A cotação no Brasil segue a trajetória da moeda americana ante divisas de emergentes no exterior e reflete as perspectivas do mercado depois de uma nova rodada de pesquisa de intenção de voto.

Na véspera, o dólar caiu 0,54%, a R$ 4,1176, após se aproximar da máxima de fechamento histórica no começo do pregão.

“Sem grande ‘ajuda’ do exterior, e ainda com dúvidas sobre as perspectivas políticas no Brasil, o viés para os ativos locais, nesta sessão, é mais negativo”, disse a corretora Guide Investimentos em relatório.

No mercado internacional, o dólar operava em alta diante da cesta de como a lira turca, o rand sul-africano e a rúpia indiana.