Domingo (12) é dia das mães. Ainda dá tempo de comprar o presente

Amazon divulga a lista de presentes mais vendidos para a data; aproveite as ideias

0
2314
dia das mães
Dia das mães

Ainda dá tempo de comprar um presente para a sua mãe para celebrar o dia dela, comemorado neste domingo (13). A data é comemorada nos EUA e também no Brasil e você pode enviar para a pessoa ‘que mais te ama neste mundo’ um presente especial.

A Amazon divulgou a lista dos presentes mais vendidos para as mamães, entre eles, estão artigos para casa (é bom perguntar se sua mãe quer ganhar esse tipo de coisa), bijuterias, objetos de decoração e roupas.

Uma taça de vinho personalizada, peras decorativas, cartão temático, diário, creme hidratante para o rosto, espelho com lente de aumento para maquiagem, sabonetes, óleos essenciais, secador de cabelo, sal do himalaia, anéis personalizados, livros digitais e, claro, a Echo Dot, mais conhecida com Alexa, aquele robô que conversa com você. As mamães mais tecnológicas podem gostar também de aparelhos celulares, relógios smart, fones de ouvido e caixas de som bom bluetooth e muito mais.

60% dos brasileiros vão comprar presentes

Uma pesquisa do Ibope Inteligência, divulgada nesta segunda-feira (7), mostra que 60% dos brasileiros pretendem comprar pelo menos um presente no Dia das Mães este ano.

Segundo o estudo, a intenção de compra aumenta entre os entrevistados de 16 a 34 anos e com renda de dois a cinco salários mínimos. Os consultados pela pesquisa devem gastar, em média, R$ 112 com todos os presentes que comprarem para essa data. Contudo, pouco mais da metade da população (56%) vai gastar até R$ 100.

Segundo a pesquisa, roupas serão os presentes mais comuns, citados por 16% dos ouvidos, junto de acessórios (bijuteria, óculos, chapéu, bolsa, cinto, entre outros) e flores, escolhidos por outros 16%, além de calçados, sem considerar tênis, a opção de 13%.

As lojas de rua serão procuradas por 71% dos consumidores, sobretudo em cidades pequenas, de até 50 mil habitantes. Os shoppings foram citados por 21% e sobem para 34% quando considerados apenas os municípios com mais de 500 mil moradores. Somente 9% pretendem fazer as compras pela internet.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com 16 anos ou mais em 142 municípios, entre os dias 12 e 16 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. (Com informações do G1).