Copa do Brasil tem encontros definidos

0
1244
Sorteio dos confrontos das oitavas de fina da Copa Continental do Brasil (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Sorteio dos confrontos das oitavas de fina da Copa Continental do Brasil (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Os jogos da próxima fase da Copa Continental do Brasil estão definidos. Na manhã de quinta-feira (1), em sorteio realizado na sede da CBF, foram decididos os confrontos das oitavas de final do torneio nacional. Confira os duelos sorteados nesta quinta:

  • Santos x Ceará*
  • Grêmio x Juventude*
  • Botafogo x Cuiabá*
  • Fortaleza x São Paulo*
  • Athletico Paranaense x Flamengo*
  • Atlético-GO x Internacional*
  • Red Bull Bragantino x Palmeiras*
  • Corinthians x América-MG*

*Decidem o confronto como mandantes

Grêmio é primeiro brasileiro a se classificar

Depois de um primeiro tempo morno, o Grêmio foi incisivo no segundo tempo e bateu a Universidad Católica, na noite de quarta-feira (29), na Arena, por 2 a 0, com gols de Pepê e Rodrigues. O Tricolor cresceu após a conversa no vestiário, aproveitou as chances criadas para definir logo o placar e administrou o resultado. A vitória encaminhou a classificação gremista no Grupo E da Libertadores e confirmou o bom momento na competição, após ter derrotado o rival Inter na semana passada, apesar da irregularidade no Brasileiro.

Assim, o Grêmio chegou a 10 pontos no Grupo E e deixou a Universidad Católica com quatro. Como o Inter empatou com o América de Cali, o Tricolor está classificado às oitavas de final da Libertadores. 

Pela Libertadores, o Grêmio volta a jogar no dia 22 de outubro, contra o América de Cali, na Arena. Já a Católica encara o Inter, no mesmo dia, no San Carlos de Apoquindo, no Chile. No sábado, o Grêmio encara mais um Gre-Nal na temporada, na Arena, pelo Brasileirão.

Internacional sofre, mas obtém bom resultado

O Internacional passou maus momentos na Colômbia ao atuar com um jogador a menos durante quase todo o segundo tempo, após a expulsão de Leandro Fernandez aos 12 minutos da segunda etapa. Mas o Inter se segurou como pôde, com unhas e dentes, para arrancar um empate em 0 a 0 do América de Cali, na terça-feira (29), no Pascual Guerrero, pela 5ª rodada do Grupo E da Libertadores. E o ponto somado em solo colombiano tem sabor de conquista. 

Com o empate, o Inter perde a liderança do Grupo E e chega à última rodada com a vaga praticamente garantida. A equipe ocupa a segunda colocação com cinco pontos e três gols de saldo. O América soma cinco pontos e é o único que pode alcancar, mas tem saldo de dois gols negativos. Precisa tirar cinco gols de diferença

As duas equipes têm pela frente uma longa pausa até a última e decisiva rodada do grupo E, com os dois jogos marcados para o mesmo dia: 22 de outubro. O Inter enfrenta a Universidad Católica já eliminada no San Carlos de Apoquento. O América visita o Grêmio na Arena. Pelo Brasileirão, o Colorado já respira o Gre-Nal do próximo sábado, na Arena, válido pela 13ª rodada.

Furacão carimba passagem às oitavas de final da Libertadores

O Athletico empatou sem gols com o Jorge Wilstermann, na noite de terça-feira (29), pela quinta rodada da Libertadores. Com o resultado na Baixada, o Furacão garantiu, com uma rodada de antecedência, a vaga para as oitavas de final. O primeiro tempo foi somente do Athletico, que teve 80% de posse de bola, enquanto o Jorge Wilstermann pouco fez além de se defender. No entanto o gol não veio pela dificuldade do Furacão em finalizar e a boa defesa do time boliviano. Os bolivianos resolveram jogar no segundo tempo e dificultaram o amplo domínio atleticano. Mesmo com mudanças promovidas por Eduardo Barros, a situação não mudou, com o Furacão com poucas chances de gol, e o Wilstermann só se aproveitando de alguns contra-ataques. Como o empate já dava a vaga para o Furacão nas oitavas de final, o resultado não foi de lamentar.

Com dez pontos, o Furacão fica na primeira colocação e garante uma das duas vagas do Grupo C para as oitavas de final. A liderança do grupo ainda pode ser tomada pelo próprio Wilstermann, que está em segundo e com sete pontos. 

Pela Libertadores, o próximo jogo do Furacão é contra o Peñarol, no dia 20 de outubro, no Uruguai. No mesmo dia, o Jorge Wilstermann enfrenta o Colo-Colo, no Chile. Pelo Brasileirão, o Athletico faz o duelo dos rubro-negros ao enfrentar o Flamengo no Maracanã, no domingo (4).

Palmeiras é dono da melhor campanha na Libertadores

O Palmeiras está classificado para as oitavas de final da Libertadores da América. Um ponto contra o Bolívar na quarta-feira (30)  já bastava, mas a torcida do Verdão não aguentava mais ver o time empatar e foi presenteada com uma goleada por 5 a 0, no Allianz Parque, com gols de Willian, Wesley, Matías Viña, Raphael Veiga e Rony (finalmente!). O Verdão volta a vencer depois de três empates seguidos, dois pelo Brasileirão e um pela competição sul-americana. No primeiro tempo, o time de Luxemburgo, embora tenha aberto o placar rapidamente, levou pressão da equipe boliviana. Mas, na etapa final, o Verdão sobrou e fez gol de todos os jeitos. Chute colocado, de primeira, após cruzamento, de cabeça…

A vitória levou o Palmeiras aos 13 pontos na liderança do Grupo B. O Bolívar, com quatro, em terceiro, está praticamente eliminado. O Guaraní fica com a segunda vaga. 

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado (3), para enfrentar o Ceará, no Allianz Parque, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pela Libertadores, o Verdão encerrará a fase de grupos no dia 21 de outubro, contra o argentino Tigre, também em casa.

Flamengo devolve goleada e se classifica para as oitavas de final

O jovem Lincoln, um dos autores dos gols, desperta interesse de clubes europeus (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
O jovem Lincoln, um dos autores dos gols, desperta interesse de clubes europeus (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Duas semanas depois de sofrer a maior derrota de sua história na Libertadores, o Flamengo se vingou do Independiente del Valle e aplicou uma goleada de 4 a 0 no Maracanã, na quarta-feira (30). O Rubro-Negro teve grande atuação desde o início e abriu o placar com Lincoln, aos 25 minutos de jogo. Cinco minutos depois, Pedro ampliou após passe de Gabigol. Na segunda etapa, Bruno Henrique marcou dois gols e completou a vitória rubro-negra.

Com a vitória, o Flamengo se isolou na liderança do Grupo A, com 12 pontos, e garantiu a classificação para as oitavas de final da Libertadores. Na última rodada, no dia 21 de outubro, o time rubro-negro precisa de um empate com o Junior Barranquilla, no Maracanã, para avançar em primeiro. O Del Valle permanece com nove pontos, na segunda colocação, seguido pelo Junior, com seis. Barcelona de Guayaquil é o lanterna da chave, com três pontos.

Pelo Brasileirão, o Flamengo recebe o Athletico-PR no duelo dos rubro-negros, ambos na próxima etapa da Copa Libertadores. Ambos tentam melhorar suas posiçòes no Campeonato Brasileiro, pois o Mais Querido é o 6º colocado enquanto o Furacão está na 11ª posição.

Tricolor é eliminado em Buenos Aires

O São Paulo não tem mais chances de classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. O Tricolor foi eliminado da competição após a derrota por 2 a 1 para o River Plate, na quarta-feira (30), em Avellaneda, pela quinta rodada do Grupo D. Julian Álvarez fez os dois gols do River, enquanto Diego Costa marcou para o Tricolor. Foi a primeira vitória da equipe argentina sobre a brasileira em seis confrontos pela Libertadores. Justamente no momento mais crítico para Fernando Diniz em um ano de trabalho no clube.

LDU, com 12 pontos, e River Plate, com 10, estão classificados às oitavas de final e se enfrentam na última rodada para definir a liderança do Grupo D. O São Paulo fica com quatro pontos, um a mais do que o Binacional. Com um empate no confronto direto, o Tricolor garante o terceiro lugar e disputa a Copa Sul-Americana no decorrer do ano. 

O São Paulo volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Libertadores, agora, só em 20 de outubro: jogo contra o também eliminado Binacional, no Morumbi.

Bahia bate o Botafogo, volta a vencer no Brasileirão e deixa o Z-4

O Bahia fez as pazes com o Brasileirão Assaí na noite de quarta-feira (30). Em jogo adiado da primeira rodada, o Tricolor foi até o Rio de Janeiro e encerrou o jejum de vitórias diante do Botafogo. No Nilton Santos, a equipe baiana venceu por 2 a 1 com gols de Gilberto e Élber. Pedro Raul diminuiu para o Fogão.

Com o triunfo fora de casa, o Esquadrão de Aço chegou aos 12 pontos e pulou para a 16ª posição. Já o Glorioso segue na zona de rebaixamento, com 11 pontos.

Timão não engrena e fica no empate com o Dragão em casa

Em jogo atrasado da primeira rodada do Brasileirão, Corinthians e Atlético-GO empataram sem gols na Neo Química Arena. Apesar do 0 a 0, as duas equipes criaram boas chances de marcar. Os visitantes começaram melhor e terminaram a partida com mais finalizações (12 x 17). O Timão melhorou na etapa final, equilibrou o duelo, mas novamente passou em branco e não conseguiu vencer em Itaquera. Essa partida não aconteceu em agosto, no início da competição, porque o Corinthians estava na final do Campeonato Paulista.

Com o empate, as equipes seguem na parte de baixo da tabela. O Atlético-GO é o 13º colocado, com 14 pontos. Já o Corinthians vem logo atrás, na 14ª posição, com 13 pontos, dois a mais que o Coritiba, primeiro dentro da zona de rebaixamento.

O Corinthians volta a campo já no sábado (3), diante do Bragantino, no Nabi Abi Chedid. Já o Atlético-GO viaja novamente e encara o Fortaleza, no domingo (4), no Castelão.


E o Miami Heat chegou lá!

Pat Riley, o sustentáculo do sucesso do Miami Heat na NBA (Foto: NBA)
Pat Riley, o sustentáculo do sucesso do Miami Heat na NBA (Foto: NBA)

Vamos ser sinceros, nem mesmo Pat Riley acreditava que o Miami Heat se tornasse campeão da Conferência Leste e chegasse à final da NBA. Para quem não sabe, Pat Riley é o arquiteto do Miami Heat desde sua fundação em 1995. Nomeado presidente do clube, ele foi convidado pelo bilionário Micky Arison para se associar em um novo projeto do basquetebol americano.

O novaiorquino de 50 anos, na época, aceitou o desafio – e a polpuda recompensa de ter uma parte minoritária do Miami Heat – de ser o técnico do clube, acumulando o cargo de presidente. Ele trocou a certeza de uma carreira consagrada como técnico quatro vezes campeão da NBA com o Los Angeles Lakers (ironicamente, o adversário do Miami Heat nestas finais da NBA) e do New York Knicks, seu clube do coração, para se estabelecer na cidade mais latina dos Estados Unidos.

E o projeto deu certo. Arison, proprietário da Carnival Cruises Lines, líder no segmento de cruzeiros, não poupou esforços e investimentos para transformar o Miami Heat em uma potência do basquete americano. Ele investiu 213 milhões de dólares na construção da American Airlines Arena (AAA), localizada junto à Biscayne Bay. Sua construção começou em 1998 e a inauguração ocorreu em 31 de dezembro de 1999, com o projeto elaborado pelas empresas de arquitetura Arquitectonica e 360 Architecture. American Airlines Arena, hoje uma das mais modernas arenas dos EUA, foi construída pela Odebrecht.

Pois bem, após esse preâmbulo, vamos ao que interessa: o desempenho da equipe em quadra. Ao completar 25 anos de existência, o Miami Heat pode ser apontado como um case de sucesso no esporte profissional americano. Enquanto Los Angeles Clippers não chega a uma final de NBA há 50 anos, o Miami Heat já ostenta três títulos de NBA – o primeiro deles, em 2006, com Pat Riley como técnico.

Destaque para Spoelstra e adversário difícil

Ao indicar Erik Spoelstra como treinador, Riley provocou a descrença de muita gente do meio. Como ele se atreve a indicar um jovem que era simplesmente um analista de vídeos do clube? Nem mesmo os dois campeonatos conquistados nas temporadas 2011/2012 e 2012/2013 serviram para aplacar os críticos. Eles diziam que um time com Dwayne Wade, Chris Bosh e LeBron James nem precisaria de um treinador para ganhar. Quando os três deixaram o clube, Riley manteve Spoelstra à frente do time.

E agora constata-se que ele fez a opção correta. Com uma equipe coesa mas sem grandes expoentes, Spoelstra conseguiu uma química poucas vezes vista em um time de basquete. Dentro do plano de Riley, esta equipe seria preparada para disputar a próxima temporada para valer, se possível, com a vinda de uma estrela. No entanto, o desempenho superou as expectativas. E a torcida do sul da Flórida não quer outra coisa que não seja o título.

Porém, o obstáculo a ser superado não é fácil. Depois de ter varrido (4 a 0) o Indiana Pacers no primeiro round, ter derrotado o classificado nº 1 por 4 a 1 nas semifinais e vencido o tradicional Boston Celtics por 4 a 2 nas finais da Conferência Leste, chegou o desafio mais difícil.

Afinal, Los Angeles Lakers conta com um duo de respeito em seu elenco: o pivô Anthony Davis e o super craque LeBron James, além de bons coadjuvantes. E também é treinado pelo experiente Frank Vogel. Ou seja, eles são favoritos – inclusive nas bolsas de apostas e nos palpites dos especialistas.

Cabe à Erik Spoelstra, primeiro descendente de filipinos a dirigir uma equipe da NBA, e seus jogadores contrariar este prognóstico. A chegada de Jimmy Butler, que faz sua primeira aparição nas finais da NBA, foi fundamental para o sucesso da equipe. Ele, Andre Iguodala e Jae Crowder, outros jogadores experientes, trouxeram equilíbrio necessário ao Miami Heat, juntando-se a Goran Dragic e Kelly Olinik. Entretanto, as boas surpresas foram os novatos Bam Adebayo (em sua terceira temporada no Miami Heat), Kendick Nunn, Duncan Robinson e Tyler Herro. A integração entre os experientes e os novatos resultou em uma alquimia maravilhosa, condensada pelas mãos do mago Spoelstra.

As finais da NBA começaram na quarta-feira (30) na “bolha da NBA” em Orlando. Quem quiser assistir ao duelo entre as equipes das cidades litorâneas dos dois lados do país, devem sintonizar a ABC às 9 horas da noite. Os outros três jogos estão marcados para sexta-feira (2) às 9 horas; domingo (4) às 7:30, e terça-feira às 9 horas da noite. Os que preferirem assistir as transmissões em espanhol precisam ligar na ESPN Deportes.

Choque de realidade 

Anthony Davis está sedento para ganhar seu primeiro título da NBA, por isto está jogando em alto nível (Foto: NBA)
Anthony Davis está sedento para ganhar seu primeiro título da NBA, por isto está jogando em alto nível (Foto: NBA)

As partidas espetaculares do Miami Heat pararam na categoria e desejo de vitória do Los Angeles Lakers, sobretudo em seu dynamic duo: LeBron James e Anthony Davis, que tiveram estes números: 25 pontos, 13 rebotes e 9 assistências para LeBron, e 34 pontos, 9 rebotes e 5 assisitências para Davis. O resultado a favor da equipe californiana foi categórico: 116 a 98.

Para piorar a situação, três importantes jogadores do Miami Heat deixaram a quadra com lesões: Goran Dragic, Bam Adebayo e Jimmy Butler, melhor jogador da equipe na derrota para o time da Califórnia. Bem, resta a esperança de o Miami Heat se recuperar e, pelo menos, endurecer a série. Se não, LeBron James vai ganhar seu quarto título de NBA, com três diferentes times: Miami Heat (duas vezes), Cleveland Cavaliers e Los Angeles Lakers.