Eastern Airlines adia início dos voos entre BH e EUA por causa da pandemia

Primeiras viagens diretas entre a capital mineira e Miami, New York e Boston estavam previstas para o próximo dia 28 de junho

0
1291
Companhia aérea de baixo custo terá voos a partir de $480 ida e volta (foto: Wikimedia)

O CEO da companhia aérea Eastern Airlines, Steve Harfst, disse à CNN Business que, por causa da pandemia de covid-19, a empresa irá adiar o início das operações para o Brasil.

As três rotas de Belo Horizonte (MG) para Miami, New York e Boston estavam previstas para começar no próximo dia 28 de junho.

“É sobre demanda. Sabemos que as pessoas querem viajar, mas simplesmente não podem. Já colocamos à venda nossos voos de Belo Horizonte, não só para Miami, mas também para Boston e New York. Fizemos isso e deixamos muito claro que estamos esperando que a pandemia passe”, disse Harfst.

O CEO não previu uma nova data para o início das operações entre os dois países, mas disse que a empresa trabalha, atualmente, para disponibilizar os voos a partir de meados de julho. “Revisamos essa expectativa diariamente”, falou.

As viagens da  companhia low-cost terão preço estimado em  $480 dólares para ida e volta – já incluído o despacho de uma bagagem de até 32 quilos. Também permite transporter, gratuitamente, equipamentos esportivos, como bicicletas e pranchas, e animais de estimação (estes pagam taxa).

Todos os voos serão realizados com o Boeing 767-300ER, com capacidade de 236 passageiros, divididos nas classes Economy, mais barata, e Premium Economy.

O executivo comentou que espera, no futuro, expandir o modelo para outras cidades brasileiras.

Esta é a segunda vez que a Eastern Airlines altera a data de início das rotas entre EUA e Brasil. A proposta inicial era começar a voar entre os dois países em março, mas, também devido à pandemia, a empresa teve que mudar de planos.