Empresas oferecem bônus de até $15 mil para contratar caminhoneiros nos EUA

Especialistas do setor temem que a carência de mão de obra leve ao desabastecimento da cadeia de suprimentos no país

0
6754
Novos contratados da distribuidora de alimentos Sysco terão bônus de $15 mil (foto: Sysco)

Segundo a American Trucking Association, os EUA enfrentam uma escassez de pelo menos 80 mil motoristas de caminhão. E essa escassez está promovendo o desabastecimento da cadeia de suprimentos no país.

O presidente da Florida Trucking Association (FTA), Alix Miller, falou que o déficit atinge todas as categorias de motoristas comerciais. Mas aqueles que percorrem longas distâncias interestaduais são os mais demandados. “ O transporte por caminhão afeta todos os aspectos da nossa economia”, declarou Miller.

Para atrair candidatos, algumas empresas estão oferecendo bônus de até $15.000 para os recém-contratados, como é o caso da distribuidora de alimentos Sysco. Além do bônus, a Sysco garante salário de até $ 110.000 por ano mais benefícios.

Em um mercado dominado 90% por homens, as mulheres também passaram a ser alvo dos contratantes, além de pessoas mais jovens. “Temos que preencher essa lacuna”, disse o presidente da FTA.

Especialistas do setor consideram que a carência de motoristas comerciais se deve ao envelhecimento dos trabalhadores, ao grande número de aposentadorias durante a pandemia de covid-19, e ao rápido aumento no consumo com a reabertura do mercado pós-covid.

“O aumento na demanda por produtos explodiu conforme a pandemia diminui e isso tem sido maior do que muitas indústrias estavam pronta”, analisou Miller.

Para conseguir atuar como motorista nos EUA, é necessário ter carteira de habilitação americana e autorização de trabalho no país. Para saber mais informações sobre a carreira de caminhoneiro nos EUA, clique aqui.