Em meio a protestos nas ruas de Londres, Trump encontra a rainha Elizabeth em Windsor

Rainha sorriu ao cumprimentar o chefe de estado americano, que faz a sua primeira visita oficial ao Reino Unido; milhares de manifestantes foram às ruas de Londres manifestar contra a presença de Trump

0
1757
Rainha Elizabeth recebe Trump e a primeira-dama americana Melania em Windsor (Foto AP Pablo Martinez Monsivais)
Rainha Elizabeth recebe Trump e a primeira-dama americana Melania em Windsor (Foto AP Pablo Martinez Monsivais)

O presidente Donald Trump encontrou-se na tarde desta sexta-feira (13) para tomar um chá com a rainha Elizabeth II, no castelo de Windsor. Ele e a primeira-dama, Melania, foram recebidos na entrada do palácio às 5 da tarde no horário local (12h na Flórida). As informações são do G1.

A rainha sorriu ao cumprimentar o chefe de Estado americano, que faz a sua primeira visita oficial ao Reino Unido. O marido da rainha, Philip, duque de Edimburgo, que se aposentou de suas funções públicas, não estava presente.

Trump inspecionou a guarda de honra e, em seguida, todos entraram no castelo, distanciando-se das câmeras.

Enquanto milhares de manifestantes se reuniam nas ruas da região central de Londres para protestar contra a visita de Trump, apoiadores do presidente americano se concentraram no caminho do trajeto de Windsor, que fica a 40 km da capital inglesa.

Encontro com May

Mais cedo, o presidente americano teve uma reunião com a premiê britânica, Theresa May, em que concordaram que é possível estabelecer um acordo comercial entre os EUA e o Reino Unido após o Brexit. Após a polêmica por causa da entrevista que ele concedeu ao tabloide “The Sun”, ele também negou ter criticado a premiê.

Protestos com balão inflável de Trump

A primeira visita do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Reino Unido motiva protestos nesta sexta-feira (13), em Londres. Manifestantes usaram um balão inflável gigante que representa Trump como um bebê nesta manhã na frente do parlamento britânico. O balão de seis metros é laranja, tem braços curtos, um topete e está de fralda.

Milhares de manifestantes participaram da marcha “Stop Trump” com cartazes com críticas contra o racismo e sexismo. O número de presentes ainda não foi divulgado oficialmente, mas mais de 50 mil pessoas se inscreveram para participar do ato. Cerca de cinco mil pessoas, segundo estimativa da CNN, participavam das manifestações no início da tarde no horário local.

Em entrevista ao “The Sun”, Trump reconheceu que os protestos o deixam constrangido. “Acho que, quando eles colocam os infláveis para me fazer sentir indesejável, não tenho motivo para ir a Londres”, disse Trump ao jornal. “Antes eu amava Londres como cidade. Não venho aqui há muito tempo. Mas quando fazem você se sentir indesejável, por que ficaria aqui?”, afirmou.

Milhares de manifestantes foram para as ruas de Londres (Foto: Peter Nicholls/ Reuters)
Milhares de manifestantes foram para as ruas de Londres (Foto: Peter Nicholls/ Reuters)