Estados Unidos vão emitir 200 mil vistos de trabalho no ano fiscal de 2023

Número ultrapassa a cota anual estimada em aproximadamente 140 mil

0
1424
Emissão de vistos de trabalho foram vetadas durante a pandemia de covid-19 (foto: pixabay)
Emissão de vistos de trabalho foram vetadas durante a pandemia de covid-19 (foto: pixabay)

O governo dos EUA vai emitir cerca de 200 mil vistos de trabalho no ano fiscal 2023, conforme  informou o U.S. Immigration and Customs Enforcement (USCIS) na quinta-feira (8). O número ultrapassa a cota anual estimada em aproximadamente 140 mil, mas ainda está abaixo dos 281,5 mil que serão concedidos até o final do ano fiscal de 2022, que termina no próximo dia 30 de setembro. De acordo com a agência de imigração, a emissão recorde de vistos de trabalho este ano se deu porque a cota de 2021 não foi batida devido ao processo de recuperação econômica que empregadores do país atravessaram no pós-pandemia de covid-19. 

Durante a pandemia, o então presidente Donald Trump vetou a emissão de vistos de trabalho para estrangeiros sob o argumento de proteger o emprego dos americanos. Em fevereiro de 2021, o atual president Joe Biden suspendeu o veto de Trump alegando que “não é de interesse dos Estados Unidos”. Na ocasião, Biden destacou: “Essa proibição é ruim para o País, isso prejudica as nossas indústrias que utilizam talentos de todo o mundo e os indivíduos que foram selecionados para receber a oportunidade de trabalhar aqui”. O processo de vistos concedidos a trabalhadores estrangeiros nos EUA e feito através do formulário I-140.