Estudante de enfermagem faz teste de gravidez por brincadeira e descobre câncer

Familiares e amigos fazer uma campanha on-line para ajudar o jovem

0
2454
Família está arrecadando dinheiro para o tratamento
Família está arrecadando dinheiro para o tratamento

Amigos e parentes do brasileiro Gerardo Soares Filho, de 18 anos, estão fazendo campanhas on-line para custear o tratamento do jovem. No começo de fevereiro, o jovem que é técnico de enfermagem decidiu fazer um teste de gravidez. Quando o resultado deu positivo, exames descobriram que ele está com um tipo raro de câncer.

“Foi uma brincadeira. Como eu estudo para ser técnico de enfermagem e tenho acesso ao laboratório da escola, decidi fazer o teste”, conta Gerardo, em entrevista ao UOL. “Mas deu positivo. Achei muito estranho, né?”.

O resultado inesperado causou uma confusão inicial. “Minha mãe está acostumada a arrumar minha mochila e achou o teste. Ela pensou que era da minha namorada, claro”, lembra o jovem.

“Eu jamais imaginei que um teste de gravidez poderia dar positivo em um homem”, afirma a mãe, Lígia Bezerra. “Fui chamada no colégio com o pai da namorada dele. Como ele fez o teste dentro da escola, a direção interferiu.”

Os jovens foram, então, submetidos a um exame de sangue. O resultado confirmou o inesperado: a namorada de Gerardo não tinha o hormônio placentário beta-HCG, que indica a gravidez, enquanto Gerardo apresentou mais de 10 mil unidades, o equivalente a uma gestante de sete meses.

O tumor, na fase 4, espalhou-se pelo pulmão, pela região do coração e no crânio. Gerardo começou o tratamento de quimioterapia em Fortaleza em março, mas será necessária cirurgia para tirar as lesões.

“Quando tudo começou, senti depressão como um dos efeitos da quimio”, lembra Gerardo. “Baixei de 90 para 70 quilos em duas semanas.”

A família iniciou uma vaquinha para arrecadar R$ 200 mil para que Gerardo possa fazer a cirurgia e o resto do tratamento em São Paulo, no hospital Beneficência Portuguesa, onde o jovem já fez exames e tem um médico que faz seu acompanhamento.

Só o procedimento cirúrgico custa R$ 98 mil. Com ajuda de amigos, eles lançaram um site, que explica o caso do jovem e para onde irá o dinheiro doado.

O plano da família é viajar para São Paulo no dia 23 de julho, para que Gerardo seja internado no dia seguinte e a cirurgia seja feita no dia 26. “Temos fé que vai dar tudo certo, isso vai passar”, conclui dona Lígia.

Informações e doações: https://www.gofundme.com/gerard-against-cancer ou http://todospelogerardo.com.br.