EUA bombardeiam base aérea na Síria

Trump ordena a destruição da base aérea de onde partiram os aviões responsáveis pelo ataque com armas químicas que deixou dezenas de mortos

0
10724
Mísseis foram lançados de navios americanos estacionados no Mar Mediterrâneo

O presidente Donald Trump ordenou nesta noite de quinta (6) um ataque aéreo às instalações militares na Síria de onde partiram os aviões da força aérea do líder Bashar Al-Assad que lançaram esta semana um ataque com armas químicas que mataram dezenas de civis, incluindo crianças.

“Esta noite, ordenei um ataque militar à base aérea na Síria responsável pelos ataques com armas químicas”, disse o presidente de seu retiro de fim de semana em Palm Beach, na Flórida. “É vital para a segurança nacional dos Estados Unidos a prevenção da expansão do uso de armas químicas mortais”.

A operação – a primeira intervenção militar americana contra alvos governamentais na Síria desde o começo da guerra civil no país – despejou 59 mísseis do tipo Tomahawk, disparados de navios de guerra postados no Mediterrâneo, na base aérea Síria de onde partiram os aviões que realizaram o ataque com armas químicas, informaram autoridades do governo.

A decisão de interferir no conflito que já matou mais de 500 mil pessoas foi a maior do presidente até agora, e de consequências imprevisíveis. O governo Assad tem o apoio da Rússia, que ainda não se manifestou a respeito da ação americana.