EUA divulgam plano para conter entrada ilegal de venezuelanos no país

Medida determina a expulsão imediata dos venezuelanos que forem pegos tentando cruzar a fronteira irregularmente; também disponibiliza 24 mil novas concessões de asilos para os imigrantes do pais sul-americano

0
1083
Venezuela vive hoje um dos maiores êxodos populacionais do mundo (foto: Migration Policy Institute)

Os EUA divulgaram um plano nesta quarta-feira (12), em parceria com o México, para frear a entrada ilegal de imigrantes venezuelanos em território americano. De acordo com o Department of Homeland and Security (DHS), o número de indivíduos do país sul-americano pegos na travessia irregular quadruplicou em 2022, na comparação com 2021.
A medida prevê a devolução imediata para o México dos venezuelanos que tentarem entrar nos EUA sem autorização. Até agora, eles podiam ficar no país enquanto aguardam o processo de asilo. As expulsões serão realizadas com base em um decreto de saúde pública criado no início da pandemia pelo ex-presidente Donald Trump que ficou conhecido como ‘ Remain in Mexico’, ( Permaneça no México, na tradução livre em português).

O plano também estabelece a oferta de 24 mil novas concessões de asilo para os nacionais da Venezuela que buscam os EUA para fugir da crise humanitária do seu país. Para isso, eles terão que se submeter a uma rigorosa avaliação de antecedentes criminais, saúde, além de ter um patrocinador na América.

A estratégia ira ainda ampliar os postos de fiscalização na fronteira México-EUA, e contratar mais agentes de patrulhamento.

A Venezuela vive hoje um dos maiores êxodos populacionais do mundo, com mais de seis milhões de pessoas tendo deixado o país nos últimos cinco anos.