EUA emitem primeiro passaporte com marcador de gênero X

Além de masculino e feminino, requerentes de passaportes poderão optar pela opção X, que corresponde às pessoas não-binárias

0
818
A emissão dos passaportes será feita mediante agendamento prévio (foto: flickr)
Opção com o novo marcador de gênero será oferecida no início de 2022(foto: flickr)

O U.S. State Department anunciou nesta quarta-feira (27), a emissão do primeiro passaporte com gênero X, que corresponde às pessoas que não se identificam com o masculino nem feminino. A medida, segundo as autoridades, busca implementar as politicas de inclusão da população LGBTQI + estabelecidas pelo órgão.

O departamento anunciou no último dia 30 de junho que atualizaria seus procedimentos para permitir que cidadãos selecionassem seu marcador de sexo para passaportes e que “não exigirá mais atestado médico” se o marcador escolhido não corresponder a outros documentos oficiais de identidade.

“Quero reiterar, por ocasião da emissão deste passaporte, o compromisso do U.S. State Department em promover a liberdade, a dignidade e a igualdade de todas as pessoas “,  declarou a porta-voz Ned Price.

Ela disse que a opção com o novo marcador de gênero será oferecida aos requerentes de passaporte no início de 2022.

Ativistas pelos direitos dos transgêneros comemoraram a medida. Eles afirmam que ter identidades imprecisas pode levar ao assédio e à discriminação de membros da comunidade LGBTQIA+.