EUA estão preparados para a variante ômicron, afirma Biden

Presidente disse que os não vacinados têm "bons motivos para se preocupar" e que é "dever patriótico" ser imunizado

0
728
Presidente Biden durante discurso na Casa Branca (foto: REUTERS/Kevin Lamarque)

O presidente Joe Biden afirmou nesta terça-feira (21) que os EUA estão “preparados” para a variante ômicron do coronavírus e que não há razão para alarme, pelo menos para os que estão vacinados. “Devemos todos nos preocupar com a ômicron”, mas “não ficar alarmados”, declarou o democrata em um discurso na Casa Branca. “Não é março de 2020. Estamos preparados”, acrescentou. No entanto, ele alertou que os não totalmente vacinados têm “bons motivos para se preocupar” e que é “dever patriótico” ser imunizado. “Quem decide não se vacinar é responsável por suas próprias decisões, mas essas decisões são alimentadas pela desinformação”, disse ele.

Biden destacou que existem três grandes diferenças entre o momento atual e o início da pandemia de covid-19: A existência de vacinas, a abundância de equipamentos de proteção sanitária para os trabalhadores dos hospitais, e o conhecimento acumulado sobre a vírus. Ainda nesta terça-feira, a Casa Branca divulgou a estratégia para frear uma nova ameaça de surto no país: Exames de detecção, reforço da capacidade de vacinação e meios suplementares para hospitais. Recentemente, o país tem observado longas filas de espera em postos de testes. Para desafogar o fluxo desses locais, as autoridades vão distribuir 500 milhões de testes gratuitamente e contratar mais médicos, enfermeiras, além de convocar membros do Exército.

A variante ômicron detectada pela primeira vez na África do Sul foi responsável por 73,2% das novas infecções por covid-19 nos EUA na semana passada. “Acho que ninguém esperava que fosse se espalhar tão rapidamente”, disse Biden em seu discurso. “Sei que estão cansados e sei que estão frustrados. Todos queremos que acabe, mas ainda estamos imersos nisso”, concluiu Biden. Com informações Reuters e AP.