Família procura por brasileiro desaparecido há um mês em Utah

Antes de desaparecer, o jovem de Sorocaba (SP), enviou mensagens ao pai que está no Brasil, dizendo que estava sendo perseguido.

0
1113
Segundo o pai, ele apresentava quadros de depressão, mas estava bem (foto: arquivo pessoal)
Segundo o pai, ele apresentava quadros de depressão, mas estava bem (foto: arquivo pessoal)

A família de Renan Fernandes está à procura do jovem de 29 anos, que desapareceu em Salt Lake City, em Utah,  há quase um mês.

Antes de desaparecer, no dia 5 de junho, Renan enviou mensagens ao pai que está no Brasil, dizendo que estava sendo perseguido, seus pertences haviam sido roubados e tudo que tinha era uma calça e uma camiseta.

O rapaz chegou a ficar detido por algumas horas por invasão de propriedade, e foi solto sob a condições de se reportar regularmente às autoridades policiais.

Nas mensagens trocadas com o pai, ele disse que “por todo lugar que passava, ouvia as pessoas dizerem ‘é ele, é ele’”. Isso o deixou assustado, pois sentia que as pessoas apontavam para ele. “Fiquei com medo de me matarem”, escreveu, acrescentando que estava indo para a cidade de Provo. “É o mais longe que posso ir, mas tenho certeza que vão atrás de mim. Esses desgraçados querem me matar. Não fui eu quem chamou a polícia, não me envolvi com eles”.

Renan se mudou com a família para os Estados Unidos em 2015. No entanto, ano passado os familiares voltaram para o Brasil e ele decidiu ficar. 

Segundo o pai, ele apresentava quadros de depressão, mas estava bem, tinha um apartamento e um emprego.  Em nota, o Palácio do Itamaraty informou que está prestando toda a assistência consular legal e materialmente possível à família do cidadão brasileiro.