Florence causa três mortes na Carolina do Norte

Árvore caiu sobre casa matando mãe e filho em Wilmington; outra pessoa morreu no condado de Pender

0
2348
Ventos e ondas causados pelo furacão Florence são sentidos em área alagada de Swansboro, na Carolina do Norte, nesta sexta-feira (14) — Foto Tom Copeland AP
Ventos e ondas causados pelo furacão Florence são sentidos em área alagada de Swansboro, na Carolina do Norte, nesta sexta-feira (14) — Foto Tom Copeland AP

O furacão Florence, de categoria 1 (de um máximo de 5) na escala Saffir-Simpson, causou duas mortes ao provocar a queda de uma árvore sobre uma casa na cidade de Wilmington, na Carolina do Norte, segundo informou a polícia nesta sexta-feira. Outra pessoa morreu no condado de Pender em consequência dos alagamentos provocados por Florence.  

Uma mulher e o filho morreram no incidente, enquanto o pai da mesma família foi levado para um hospital próximo. Essas são as duas primeiras mortes confirmadas por causa da passagem do furacão.

A cidade de Wilmington fica perto do local onde Florence tocou o solo nos Estados Unidos como furacão de categoria 1, na manhã desta sexta-feira.

Segundo o National Hurricane Center (NCH), dezenas de ruas de cidades próximas à costa estão completamente alagadas, 460 mil casas e estabelecimentos comerciais sem energia elétrica, a maior parte na Carolina do Norte.

Meteorologistas afirmam que Florence pode trazer quantidades ‘catastróficas’ de chuva para as Carolinas do Norte e do Sul nos próximos dias, já que se move lentamente. O NHC informa que o Florence está a 90 km a nordeste de Myrtle Beach, na Carolina do Sul, com ventos de 80 mph (130 km/h) e que deve enfraquecer gradualmente no final do dia e à noite.

A cidade de New Bern (NC) está ilhada e mais de 200 pessoas foram resgatas das enchentes. “Em questão de segundos, minha casa estava completamente alagada e a água chegou até o meu peito”, disse Peggy Perry, que teve que levar a família para o sótão à espera do resgate.

O furacão Florence vai chegar a um volume de 40 inches (101 cm) de chuva em algumas cidades da costa. O volume de chuva deve ser semelhante ao dos furacões Dennis e Floyd, em 1999. “A diferença é que naquele ano foram 14 dias de chuva e, ao o que parece, Florence vai trazer esse volume em três dias”, afirma o meteorologista Chris Wamsley. Mais de 1.100 voos já foram cancelados na Costa Leste dos EUA.