Local

Flórida adota câmeras automáticas para multar motoristas em zonas escolares

Empresas que operam os dispositivos estão assinando acordos com governos locais para instalar e manter câmeras que geram multas a partir de $100 durante os dias letivos

Nova lei permite câmeras de fiscalização em áreas escolares. Foto: The Ticket Clinic

Motoristas dirigindo acima da velocidade determinada perto de escolas na Flórida estão sujeitos a receberem uma multa gerada por câmeras automáticas. Uma lei estadual que entrou em vigor em 1º de julho legaliza câmeras de detecção de velocidade quando instaladas em zonas escolares. As empresas que operam os dispositivos estão assinando acordos com governos locais para instalar e manter as câmeras que geram multas a partir de $100 durante os dias letivos. “Isso protege nossos filhos”, disse Anthony Rodriguez, o comissário de Miami-Dade que patrocina a legislação para autorizar as câmeras em mais de 200 escolas em todo o condado.

Miami Gardens está considerando um acordo semelhante para zonas escolares sob sua jurisdição. Pinecrest já tem um acordo com uma empresa do setor enquanto autoridades locais se preparam para aprovar a legislação necessária para começar a emitir multas aos motoristas. “O excesso de velocidade é uma das maiores reclamações em Pinecrest”, disse Jason Cohen, chefe de polícia local. “Quando estamos lá, os motoristas se comportam”, afirmou o policial. A autorização de radares em zonas escolares pela Flórida segue a relação difícil do estado com os radares, que permanecem legais no estado, mas são cada vez mais difíceis de encontrar após contestações legais e reações políticas contra os dispositivos.

Autoridades de Miami-Dade votaram em 2016 pela proibição deles nas áreas não incorporadas sob jurisdição do condado, território que cobre cerca de metade das famílias. Doral votou pela remoção das câmeras de semáforo no início deste ano. As regras estaduais sobre as câmeras da zona escolar restringem onde os dispositivos podem ser instalados e quando as multas podem ser aplicadas. As câmeras só podem gerar multas em um intervalo de tempo que inclui todo o dia letivo, mais 30 minutos antes do início das aulas e outros 30 minutos após a saída dos alunos. As multas seriam emitidas quando um motorista excedesse o limite de velocidade da zona escolar em mais de 10 mph (16 km/h).

As zonas escolares mantêm dois limites de velocidade. A maioria reduz o limite para 15 mph (24 km/h) durante 30 minutos antes e depois do início das aulas e novamente à tarde, antes e depois do horário de saída.

*com informações do Miami Herald

Share This Post:

Baixe nosso aplicativo