Fotógrafo é 1º brasileiro a ganhar Pulitzer, prêmio máximo do jornalismo

Lima, 40, que trabalhou como fotógrafo da agencia France-Presse (AFP), foi premiado juntamente com seus colegas Sergey Ponomarev, Tyler Hicks e Daniel Etter

0
4607
Imagem do brasileiro Maurício Lima mostra refugiados, de países como Paquistão e Argelia, na Grécia, à espera de distribuição de água e cobertores
Imagem do brasileiro Maurício Lima mostra refugiados, de países como Paquistão e Argelia, na Grécia, à espera de distribuição de água e cobertores

O fotógrafo brasileiro Mauricio Lima, do staff do jornal “The New York Times”, ganhou na segunda-feira (18), juntamente com outros três colegas, o Prêmio Pulitzer 2016 na categoria de fotografia de notícias por sua cobertura sobre a crise dos refugiados na Europa.

Os prêmios Pulitzer, os mais prestigiosos do jtextoornalismo e da literatura, são entregues desde 1917. O anúncio foi feito durante uma cerimônia na Columbia University, em New York.

Lima, 40, que trabalhou como fotógrafo da agencia France-Presse (AFP), foi premiado juntamente com seus colegas Sergey Ponomarev, Tyler Hicks e Daniel Etter, também do “New York Times”, pela cobertura da crise dos refugiados da Síria, do Iraque e do Afeganistão, que fogem dos conflitos e da violência em seus países rumo à Europa.

Outros premiados

Na categoria “Breaking News”, o prêmio foi dado à equipe do jornal “Los Angeles Times”, pelas reportagens da cobertura do ataque que matou 14 pessoas em San Bernardino (na Califórnia), em dezembro passado.

A agência de notícias Associated Press levou o prêmio na categoria “Serviço Público” por reportagens sobre a utilização de trabalho escravo no sudeste asiático para o comércio de frutos do mar para os EUA. Mais de 2.000 trabalhadores escravos foram libertados após a divulgação da série de reportagens.