Fundador da patrulha de fronteira formada por cidadãos quer assento no Congresso

0
812

Jim Gilchrist, criador do grupo Minutemen, disputa eleições parlamentares

O fundador do grupo de cidadãos Minutemen – formado por pessoas que combatem a imigração ilegal através da fronteira entre México e EUA – Jim Gilchrist está tentando eleger-se para o Congresso dos Estados Unidos. Embora não figure como o favorito para ganhar a eleição, somente sua presença no pleito serviu para angariar apoio do sindicato que reúne 10 mil guardas de fronteira e do deputado Tom Tancredo, republicano do Colorado, que lidera o grupo de 92 parlamentares que reivindicam um aperto nos controles de imigração para evitar a entrada de ilegais no país através da fronteira, além de obrigar os oponentes a discutir o assunto.

Gilchrist defende a contratação de mais 40 mil guardas de fronteira e de mais 10 mil investigadores de imigração, treinamento de militares e de membros da Guarda Nacional para ajudar a vigiar a fronteira, direito de policiais locais agirem como agentes federais de imigração e negação de cidadania americana às crianças filhas de imigrantes ilegais nascidas nos Estados Unidos.

A analista política Jennifer Duffy, do apartidário Cook Political Report, disse que os estrategistas dos partidos democrata e republicano estarão atentos sobre como o tema imigração ilegal influirá nas eleições de 2006 e será um teste para a próxima eleição presidencial. Já Thomas Mann, da Brookings Institution, disse que a imigração desempenhará um papel maior nas primárias republicanas do que na eleição geral. “Acho que será um tema limitado”, minimizou.