Globo, Band e Record se unem contra a distribuição ilegal de conteúdo televisivo nos Estados Unidos

Objetivo é coibir a pirataria, que ‘está prejudicando gravemente a indústria de entretenimento brasileira’

0
2038
IBCAP anunciou que vai combater com rigor a pirataria em conteúdo televisivo brasileiro nos EUA
IBCAP anunciou que vai combater com rigor a pirataria em conteúdo televisivo brasileiro nos EUA

DA REDAÇÃO – A Coalizão Internacional Contra a Pirataria (IBCAP) anunciou que os principais canais de televisão brasileiros – Globo, Band e Record – tornaram-se membros da entidade, juntando-se à luta para combater a pirataria de direitos de autor de conteúdo brasileiro nos Estados Unidos.

A IBCAP, que representa mais de 130 canais de televisão de todo o mundo, trabalha para proteger o conteúdo de vídeo de seus membros contra a violação de direitos autorais, monitorando e detectando pirataria, aumentando a conscientização do consumidor, reportando suspeitos da prática às autoridades governamentais, e organizando ações legais para proteger os direitos autorais e outros interesses de seus representados.

De acordo com comunicado conjunto enviado à imprensa, a pirataria de conteúdo está prejudicando gravemente a indústria de entretenimento brasileira, subtraindo receita dos legítimos produtores e emissoras, restringindo assim o crescimento e a inovação. A parceria IBCAP permite que as partes compartilhem informações, aprimorem a detecção e implementem estratégias para desbaratar o setor de pirataria.

“A Globo tem o compromisso permanente de combater a pirataria e defender os direitos autorais no Brasil e no mundo. Nós investimos pesadamente em talento, inovação, qualidade e valor para a indústria audiovisual. A prática da pirataria tem impacto negativo sobre uma indústria que produz cada vez mais conteúdo para múltiplas plataformas”, afirma Marcelo Bechara, diretor de Relações Institucionais, Regulamentação e Mídia da Globo.

“Como a pirataria é um desafio constante, a Band está sempre trabalhando com nossos parceiros, tanto na produção quanto na distribuição, para informar e educar nossos espectadores em todo o mundo”, explicou Silvia Saad Jafet, da divisão Band Pay TV. “Juntar-se a organizações como o IBCAP nos coloca numa trajetória de sucesso para impedir essa atividade ilegal e destrutiva que afeta a todos nós.”

“Garantir a proteção dos direitos autorais é fundamental para garantir o sucesso contínuo da indústria brasileira de entretenimento globalmente. A parceria com uma das organizações antipirataria mais bem-sucedidas, a IBCAP, ajudará a Record a vencer os piratas”, declarou Wilon Cardoso, diretor executivo da Record TV Americas.

“Estamos satisfeitos que os provedores de conteúdo brasileiros tenham se juntado à IBCAP. É extremamente importante que continuemos a divulgar os impactos negativos da pirataria de direitos autorais e a trabalhar com nossos membros para impedir a violação de seu conteúdo de vídeo nos Estados Unidos”, disse Chris Kuelling, diretor executivo do IBCAP.

Para mais informações, visite: www.IBCAP.us.