Google doa $250 mil para jovens imigrantes pagarem aplicações para o DACA

Gigante da tecnologia pressiona por uma nova legislação no sistema de imigração do país

0
788
O CEO do Google, Sundar Pichai, da Índia ( foto: flickr)
O CEO do Google, Sundar Pichai, da Índia (Foto: flickr)

O Google irá doar $ 250 mil para cobrir as taxas de 500 jovens que irão se inscrever pela primeira vez ou renovar as inscrições para o Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA).

O dinheiro será repassado à organização não governamental United We Dream, que presta assessoria gratuita aos jovens que já fazem parte ou que se qualificam para o programa.

Durante o anúncio da doação do dinheiro feito no final da última semana, a gigante da tecnologia disse que “há muito apoia o DACA e acredita que é importante que os chamados ‘dreamers’ tenham a chance de se inscreverem para obter proteção contra uma possível deportação dos EUA”.

A empresa comunicou que ao longo dos anos contribuiu com mais de $ 35 milhões em apoio a programas de imigrantes e refugiados em todo o mundo.

Em declaração, a empresa disse: “Precisamos de uma legislação que proteja não apenas proteja os dreamers, mas também ofereça outras reformas muito necessárias. Apoiaremos os esforços do novo Congresso e do próximo governo para aprovar uma reforma abrangente da imigração que aprimore os programas de vistos baseados em empregos que aumentem a competitividade americana, dá maior segurança aos trabalhadores e empregadores imigrantes e promove um processamento mais humano de segurança nas fronteiras”.

O DACA é um programa que garante o direito de morar e trabalhar legalmente nos EUA aos jovens imigrantes que foram trazidos ainda crianças pelos pais.

Clique aqui e saiba como obter ajuda da United We Dream com o processo do DACA.