Governador da Flórida afirma que por enquanto não pretende ‘fechar’ o Estado

Ron DeSantis cita o exemplo de New York em que moradores estão ‘vindo em massa’ para a Flórida para escapar do lockdown

0
1368
Estabelecimentos poderão reabrir após nova inspeção. (Foto: Imagem Wikimedia)
Estabelecimentos poderão reabrir após nova inspeção (Foto: Imagem Wikimedia)

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (23), o governador Ron DeSantis disse que, por enquanto, não pretende fechar a Flórida a exemplo de outros estados da nação já fizeram, como New York, New Jersey, Califórnia, para evitar a proliferação do coronavírus. Além desses, Ohio, Louisiana, Illinois e Delaware já deram ordens para que os moradores fiquem dentro de casa. Como na maior parte dos estados, apenas serviços essenciais como supermercados, farmácias, hospitais e postos policiais estão funcionando. 

Para DeSantis, o que pode acontecer é as pessoas viajarem para outras partes do País. “A ação teria que ser de todos os 50 estados”, acredita o governador. 

Ele cita como exemplo o estado de New York em que o governador Andrew Cuomo ordenou que as pessoas ficassem em casa e “grande parte dos moradores daquele estado viajou para Flórida”. 

“Para cada ação, há uma reação, uma consequência. Temos que considerar o que faz sentido para a Flórida”. 

Os casos na Flórida já passam de 1.100 e 14 pessoas morreram.