Governador de New York perdoa 22 imigrantes em risco de deportação

Democrata deu um presente de Ano Novo a essas pessoas

0
3247
Governador de NY Andrew Cuomo é favorável à causa imigratória
Governador de NY Andrew Cuomo renuncia ao cargo

Na segunda-feira (31), o governador de Nova York, Andrew Cuomo, deu um presente de Ano Novo e concedeu clemência a 22 pessoas, incluindo imigrantes que enfrentavam a deportação. Cuomo (D-NY) emitiu o perdão a indivíduos que poderiam ser deportados ou impedidos de adquirir a cidadania dos EUA. Além disso, ele também alterou as sentenças de sete outros indivíduos, incluindo quatro condenados por homicídio e três por assalto à mão armada.

Num comunicado, o escritório de Cuomo disse que Trump e o Governo Federal estão “travando uma guerra em nossa fronteira contra as comunidades imigrantes”. O Governador também criticou o Presidente pela paralização parcial do governo devido ao impasse envolvendo a verba destinada à segurança na fronteira.

“Enquanto o Presidente Trump paralisa o governo federal devido à obsessão dele em manter os imigrantes fora, New York se mantém forte em nosso apoio as comunidades imigrantes”, disse Cuomo num comunicado. “Essas ações ajudarão a manter as famílias imigrantes unidas e equivalem um passo importante rumo a uma Nova York mais justa e mais compassiva”.

Essa não é a primeira vez que o governador perdoa imigrantes em risco de deportação. Em junho, ele garantiu clemência a oito indocumentados. Cuomo já concedeu clemência a um indocumentado da Colômbia que trabalhou na recuperação do World Trade Center e também perdoou 39 pessoas que cometeram delitos não violentos quando tinham entre 16 e 17 anos de idade e se afastaram da criminalidade há pelo menos 10 anos.