Governo concede benefícios imigratórios a camaroneses nos EUA

Cidadãos de Camarões passam a ter permissão de trabalho e proteção contra a deportação

0
502
Camaroneses serão beneficiados pelo TPS

O Departamento de Homeland Security (DHS) anunciou na última semana que cidadãos de Camarões que vivem nos Estados Unidos serão beneficiados pelo Temporary Protected Status (TPS).

A medida passou a valer no dia 14 de abril e vai proteger da deportação cerca de 12 mil imigrantes camaroneses que vivem no País. Os camaroneses serão beneficiados também com permissão de trabalho.

O TPS é voltado para imigrantes de países que vivem situação de guerra ou que não sejam seguros para que seus cidadãos retornem a esses países.

A justificativa do DHS para dar o TPS a camaroneses é um conflito entre o governo de Camarões e grupos separatistas armados, que já mataram mais de 4 mil civis. O DHS alegou também que que um grupo terrorista denominado Boko Haram está atuando no país africano.

“Cidadãos camaroneses que vivem hoje nos EUA não podem retornar para casa com segurança devido à violência extrema no país causada por grupos terroristas e grupos separatista. A situação se agravou com os ataques do Boko Haram. Por essa razão, eles poderão trabalhar legalmente nos EUA e estão protegidos da deportação”, disse o secretário do DHS, Alejandro Mayorkas.

Aproximadamente 11.700 camaroneses devem ser beneficiados pelo TPS, de acordo com estimativa do governo. O DHS ressalta que imigrantes desse país que chegaram depois do dia 15 de abril, seja legal ou ilegalmente, não serão elegíveis para receber o benefício.

A medida vale por 18 meses e pode ser renovada.