Gustavo Scarpa se despede do Allianz Parque com mais um gol

0
363
Gustavo Scarpa, o craque do jogo (e do Brasileirão) vai deixar saudades para os torcedores palmeirenses (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Gustavo Scarpa, o craque do jogo (e do Brasileirão) vai deixar saudades para os torcedores palmeirenses (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O último jogo do Palmeiras no Allianz Parque em 2022 já virou um clássico instantâneo. A noite da quarta-feira, 9 de novembro, marcou a vitória de virada por 2 a 1 sobre o América-MG, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, a consagração do hendecacampeão com a tão esperada taça e a emocionante despedida de Gustavo Scarpa da torcida que o acolheu nos últimos cinco anos, desde sua chegada em 2018. Em campo, os campeões corresponderam à expectativa: o Coelho até saiu na frente, num golaço de falta de Benítez, mas Scarpa, o craque da noite, e Murilo definiram a vitória palmeirense, mais uma entre as 23 que o Verdão tem em sua coleção na campanha irretocável. Noite de taça, festa e despedida. Ao América, ainda resta a esperança de uma vaga na Libertadores.

O melhor jogador em campo não poderia ter sido outro: na noite de despedida do Allianz Parque e prestes a se transferir para o Nottingham Forest, da Inglaterra, o meia Gustavo Scarpa fez de tudo para deixar seu gol e conseguiu, em cobrança de pênalti. Também exigiu defesas de Matheus Cavichioli, acertou uma cobrança de falta na trave e se emocionou ao ser substituído por Atuesta. O craque do jogo (e do Brasileirão) vai deixar saudades!

Inter no céu Tricolor no inferno

Apesar da má campanha na temporada, Rogério Ceni foi confirmado como técnico do São Paulo para 2023 (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)
Apesar da má campanha na temporada, Rogério Ceni foi confirmado como técnico do São Paulo para 2023 (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

O Internacional mostrou sua força novamente, venceu o São Paulo por 1 a 0 na noite da terça-feira (8), fora de casa, na abertura da 37ª rodada do Campeonato Brasileiro e ficou a um ponto de confirmar o vice-campeonato nacional. A equipe de Mano Menezes aproveitou suas chances, fez o gol da vitória com Maurício, no primeiro tempo, e deixou ainda mais conturbado o momento do Tricolor, que saiu vaiado do Morumbi e se vê cada vez mais longe de uma vaga na Libertadores do ano que vem. Já o Colorado, de bela campanha sob comando de Mano Menezes, deve mesmo ficar com a segunda colocação.

O Inter vai aos 70 pontos, abrindo seis de vantagem para Fluminense e Corinthians, e garante o vice se nenhum dos dois vencer na rodada ou se apenas empatar com o Palmeiras, na última rodada. Já o São Paulo fica com 51, não tem mais chances de ir à fase de grupos da Libertadores e pode se classificar, no máximo, para a fase prévia da competição continental, dependendo de uma série de resultados.

No encontro dos artilheiros, deu Germán Cano

Cano, artilheiro do Brasileirão com 25 gols, se torna o maior goleador do Fluminense em uma temporada em jogos oficiais (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
Cano, artilheiro do Brasileirão com 25 gols, se torna o maior goleador do Fluminense em uma temporada em jogos oficiais (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

Na despedida da torcida no último jogo da temporada no Maracanã, o Fluminense sofreu, mas fez o dever de casa: o Tricolor só conseguiu furar a retranca do Goiás no segundo tempo, mas quando abriu a porteira fez 3 a 0 e a festa dos mais de 35 mil presentes no estádio na noite da quarta-feira (9), pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os cariocas ainda estão na briga pelo vice-campeonato.

Com a vitória, o Fluminense chega a 67 pontos e se mantém em terceiro lugar e na briga pelo vice-campeonato (precisará vencer o Bragantino no Nabi Abi Chedid e torcer para o Inter perder para o Palmeiras no Beira-Rio). Já o Goiás, mesmo perdendo, segue em 13º na tabela com 46 pontos e garantiu matematicamente a classificação para a Sul-Americana com o empate do Coritiba.

Ele não para! Germán Cano bateu mais uma marca no futebol brasileiro. Ao estufar a rede diante na vitóira por 3 a 0 sobre o Goiás no Maracanã, o argentino chegou a 43 gols e igualou um recorde de Neymar e Gabigol como os maiores artilheiros por temporada no Brasil.

Coxa e Timão ficam no empate no Estádio Couto Pereira

Jogadores do Coritiba comemoram o golaço marcado por Alef Manga no empate com o Corinthians (Foto: Site oficial do Coritiba)
Jogadores do Coritiba comemoram o golaço marcado por Alef Manga no empate com o Corinthians (Foto: Site oficial do Coritiba)

Coritiba e Corinthians empataram por 2 a 2 na noite da quarta-feira (9), no Couto Pereira, em jogo repleto de acontecimentos: teve golaço, polêmica, expulsões. Mas o resultado atrapalhou a busca dos dois clubes por seus objetivos finais no Campeonato Brasileiro. O Timão não tem mais como alcançar o Inter na vice-liderança, e o Coxa se complicou na busca por vaga na Sul-Americana. Alef Manga fez os dois gols do Coritiba – um deles um golaço. Du Queiroz e Yuri Alberto marcaram para o Corinthians.

Com o empate, o Corinthians foi para 65 pontos, ainda na quarta colocação, e agora sem chances de alcançar o Inter, segundo colocado, com 70. O Coritiba é o 15°, com 42, e vai à última rodada com chances de buscar vaga na Sul-Americana.

As duas equipes se despedem do Brasileirão no próximo domingo (13). O Corinthians recebe o Atlético-MG na Neo Química Arena, e o Coritiba visita o Cuiabá na Arena Pantanal.

No jogo dos contrastes, não houve vencedor

Jogadores do Flamengo vão desfilar no centro da cidade para mostras as taças da Copa do Brasil e da Libertadores aos seus torcedores (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)
Jogadores do Flamengo vão desfilar no centro da cidade para mostras as taças da Copa do Brasil e da Libertadores aos seus torcedores (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Sem mais pretensões no campeonato, Flamengo e Juventude proporcionaram uma partida animada no empate em 2 a 2 dentro do Alfredo Jaconi. Paulo Henrique e Jadson marcaram para os mandantes, Matheuzinho e Werton empataram.

O Flamengo abriu o placar em menos de um minuto de jogo, mas não traduziu a vantagem em domínio imediatamente. Aos poucos os cariocas começaram a controlar a posse de bola e levar mais perigo. No pior momento na partida, o Juventude encontrou um contra-ataque para empatar com Paulo Henrique. Minutos depois, nova jogada do lateral e cruzamento para Jadson virar o jogo.

O segundo tempo teve menos emoções. Tirando a bola no travessão de de Chico Kim, poucas foram as chances. Mas nos acréscimos brilhou a estrela de Werton que marcou o primeiro gol como profissional e decretou o 2 a 2.

O Flamengo vai a 62 pontos com o empate, ocupando a quinta colocação da Série A. Graças ao empate do Corinthians nesta quarta com o Coritiba, os cariocas seguem com chances de entrar no G-4. Precisam vencer o Avaí na última rodada e torcer por derrota do Timão. O já rebaixado Juventude segue disparado na lanterna com 22 pontos, dez a menos que o 19º colocado.

Mesmo com o Brasileirão ainda e andamento, a cabeça do Flamengo está mesmo em festejar as conquistas da temporada 2022. A diretoria alinhou com a prefeitura do Rio de Janeiro um desfile com trio elétrico no centro da cidade para mostrar as taças da Copa do Brasil e da Libertadores aos torcedores no domingo de manhã.

Fortaleza aplica maior goleada do Brasileirão

Jogadores do Fortaleza comemoram um dos gols do argentino Silvio Romero na goleada do Leão do Pici, e ele ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza)
Jogadores do Fortaleza comemoram um dos gols do argentino Silvio Romero na goleada do Leão do Pici, e ele ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza)

O Fortaleza goleou o Bragantino por 6 a 0, na noite da quarta-feira (9), na Arena Castelão, pela 37ª rodada da Série A do Brasileiro. Os gols foram marcados por Zé Welison, Hércules, Romero (duas vezes), Pedro Rocha e Galhardo. O Fortaleza soma 52 pontos (é 8º), na zona da Pré-Libertadores, e o Bragantino tem 44 pontos (14º), na zona da Sul-Americana.

O Fortaleza encara o Santos no domingo (13), na Vila Belmiro, na última rodada. O Bragantino, que faz campanha decepcionante, enfrenta o Fluminense no mesmo dia, ao lado da torcida.

Dragão deve soltar fogo na Série B

Welington Rato e David Terans, dois bons jogadores que pdoem trocar de clubes na próxima temporada (Foto: Alan Deyvid/ACG)
Welington Rato e David Terans, dois bons jogadores que pdoem trocar de clubes na próxima temporada (Foto: Alan Deyvid/ACG)

O Atlético-GO saiu na frente, mas levou o empate do Athletico e está virtualmente rebaixado no Campeonato Brasileiro após o 1 a 1 no Antônio Accioly, na quarta-feira (9). Shaylon marcou para o Dragão, e David Terans empatou para o Furacão, ambos na segunda etapa. Com a igualdade, o Atlético-GO precisa vencer na última rodada, tirar um saldo de nove gols e secar o Cuiabá. Já o Athletico segue no G-6 e depende apenas de si para garantir vaga na Libertadores 2023.

O Atlético-GO visita o América-MG, que luta por Libertadores, no domingo, no Independência. O Athletico recebe o Botafogo, em confronto pela Liberta, no mesmo dia, na Arena da Baixada. As partidas são válidas pela última rodada da Série A.

Ceará dá adeus à Série A em Florianópolis

Mateus Sarará vibra com o segundo gol do Avaí que rebaixou o Ceará para a Série B (Foto: Fabiano Rateke/Avaí)
Mateus Sarará vibra com o segundo gol do Avaí que rebaixou o Ceará para a Série B (Foto: Fabiano Rateke/Avaí)

Na última partida do Avaí no Estádio da Ressacada, o Leão da Ilha conseguiu afastar a sequência de nove jogos sem vitórias, na quarta-feira (9). Natanael abriu o placar e deu a assistência para o gol de Sarará. O resultado rebaixou matematicamente o Ceará para a segunda divisão.

Rebaixados, o Ceará se mantém em 18° colocado da Série A com 34 pontos. O Avaí vem logo atrás, agora com 32 pontos.

Na última partida do Brasileirão, o Avaí enfrenta o Flamengo no sábado, no Maracanã. Já o Ceará recebe o Juventude no domingo, em local ainda não definido, já que o time não vai poder usar o Castelão.

A penúltima rodada do Brasileirão foi completada na quinta-feira (10), com as partidas Botafogo x Santos e Atlético-MG x Cuiabá.0

Vasco da Gama e Bahia voltam à Série A do Brasileirão em 2023

Nenê comemora o gol da classificação do Vasco da Gama junto com seus companheiros (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)
Nenê comemora o gol da classificação do Vasco da Gama junto com seus companheiros (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)

As torcidas de Vasco e Bahia comemoram em todo o Brasil. O cruzmaltino passou dois anos de sofrimento na Série B, mas os torcedores vascaínos respiram aliviados com o retorno à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Em jogo com duas expulsões (uma para cada lado), Thiago Rodrigues virou herói, Nenê marcou de pênalti, e os cariocas venceram o duelo direto com o Ituano por 1 a 0 na noite do domingo (6), no estádio Novelli Jr.

Com a vitória, o Vasco terminou em quarto lugar, com 62 pontos, e pegou a última vaga para a Série A. Além de Vasco e Bahia, Cruzeiro e Grêmio também subiram. O Ituano, que sonhava com o acesso inédito e dependia apenas de si, ainda foi ultrapassado pelo Sampaio Corrêa e acabou em sexto lugar, com 57 pontos.

O Bahia também está de volta à Série A. Também no domingo, venceu o CRB por 2 a 1 no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e confirmou o acesso em terceiro lugar na Série B. Só que foi com emoção. O time perdeu rendimento nos últimos jogos, mas concentrou forças na “decisão” em Alagoas, cumpriu a missão e decretou Carnaval fora de época na Bahia. Os tricolores estão pulando que nem pipoca nos quatro cantos do país. Daniel e Lucas Mugni fizeram os gols do acesso, com Emerson Negueba descontando.

O Bahia terminou a Série B em terceiro lugar, com 62 pontos. No meio da classificação, o CRB ficou em 11º, com 50. O Bahia terminou a Série B em terceiro, com 62 pontos e 54% de aproveitamento. Venceu 17 jogos, empatou 11 vezes e sofreu 10 derrotas. O atacante Matheus Davó foi o principal artilheiro do time com nove gols.

CSA, Operário-PR, Brusque e Náutico foram rebaixados à Série C do Brasileiro. Os clubes que subiram para a Série B foram Mirassol, Botafogo-SP, ABC e Vitória.

Na Série A, foram rebaixados Avaí, Juventude, Ceará e Atlético-GO.

Brasil celebra recorde de medalhas no Mundial de Ginástica Artística

O Brasil fechou o Mundial de ginástica artística de Liverpool com recorde de pódios. Pela primeira vez na história, a delegação verde-amarela conquistou três medalhas em um única edição do Mundial. Rebeca Andrade levou o inédito ouro do individual geral e além de um bronze no solo, na sua despedida do Baile de Favela. Arthur Nory completou o recorde brasileiro com o bronze na barra fixa. Os resultados fizeram o Brasil terminar na quinta posição do quadro de medalhas.

Em duas ocasiões o Brasil já havia conquistado duas medalhas em um Mundial. Em 2007, Diego Hypolito foi ouro no solo e Jade Barbosa bronze no individual geral. No ano passado, Rebeca Andrade conquistou um ouro no salto e uma prata nas barras assimétricas.

Os resultados de Liverpool colocaram o Brasil na quinta posição no quadro de medalhas, igualando a melhor colocação do país – também foi quinto em 2003, 2013 e 2019, mas com apenas um ouro em cada uma dessas edições. Na Inglaterra, o Brasil só ficou atrás das potências Estados Unidos, China, Japão e Grã-Bretanha.

Rebeca Andrade é ouro no individual geral no Mundial de ginástica

Rebeca Andrade fatura a inédita medalha de ouro no Mundial de Ginástica Artística em Liverpool (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)
Rebeca Andrade fatura a inédita medalha de ouro no Mundial de Ginástica Artística em Liverpool (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

O Baile de Favela de Rebeca Andrade comoveu os fãs da ginástica artística. Na quinta-feira (3), a ginasta de 23 anos conquistou o ouro inédito para o Brasil no individual geral do Mundial de ginástica artística. A vice-campeã olímpica da prova confirmou o favoritismo e brilhou para se tornar a primeira sul-americana campeã mundial da prova mais tradicional da modalidade. Rebeca é a nova a número 1 do mundo e celebrou com a bandeira do Brasil no solo da arena de Liverpool.

Somando 56,899 pontos, Rebeca foi absoluta na final. Teve exatamente um ponto e meio de vantagem para a americana Shilese Jones, que ficou com a prata – a diferença maior do que uma queda. A britânica Jéssica Gadirova ficou com o bronze (55,199).

Foi uma vitória histórica. A prova do individual geral é tradicionalmente dominada pelas três potências da modalidade: Estados Unidos, Rússia e Romênia. Rebeca quebrou a hegemonia e fez o Brasil ser apenas o oitavo país com um título de ginasta mais completa de um Mundial. Jade Barbosa já havia sido bronze, mas o topo do pódio é uma novidade para o Brasil.

Dona de duas medalhas nas Olimpíadas de Tóquio, Rebeca aumentou para três a coleção de medalhas em Mundiais – foi campeã do salto e prata das barras assimétricas no ano passado. Ela se tornou a primeira brasileira com três medalhas em Mundiais. Também se tornou a primeira ginasta do Brasil campeã de duas provas diferentes em Mundiais.