Harvey perde força ao atingir o Texas e deve ser rebaixado a tempestade tropical

Harvey é maior tempestade a atingir o Texas desde o furacão Carla, em 1961

0
2191

O furacão Harvey atingiu o solo do Texas às 11 da noite de sexta-feira (25) com ventos de até 130 mph, alcançando a categoria 4, mas perdeu força em terra, voltando à categoria 1. De acordo com o National Hurricane Center (NHC), a expectativa é que Harvey seja rebaixado à categoria de tempestade tropical nas próximas horas.

O Texas agora contabiliza os danos provocados por Harvey. Até o momento, 240 mil pessoas estão sem energia elétrica e dez pessoas ficaram feridas na cidade de Rockport, por telhas arremessadas, árvores arrancadas e veículos danificados, segundo um funcionário municipal, Kevin Carruth.

De acordo com o NHC, a expectativa agora é que Harvey provoque fortes tempestades na região.

A aproximação de Harvey levou dezenas de milhares de moradores para o interior, na esperança de escapar da tempestade, que ameaça não apenas a costa, mas uma ampla faixa do Texas que abriga refinarias de petróleo, indústrias químicas e pode inundar Houston, a quarta maior cidade do país.

Nenhuma morte foi confirmada nas primeiras horas após a chegada de Harvey, mas as autoridades alertaram que as equipes de emergência não conseguiram sair em muitos lugares devido aos fortes ventos. A vice-coordenadora de gestão de emergências em Nueces County, Melissa Munguia, disse no início deste sábado que poderia levar horas até que as equipes possam avaliar completamente os danos nas comunidades costeiras.

Os primeiros relatórios vieram de Rockport, uma cidade costeira de cerca de 10 mil habitantes que estava no caminho de Harvey quando ele chegou à terra. Autoridades confirmaram que o telhado da escola secundária da comunidade desmoronou parcialmente e que o centro histórico sofreu danos extensos.

Alimentado pelas águas quentes do Golfo do México, Harvey cresceu rapidamente, acelerando da categoria 1, no início da manhã de sexta-feira a uma categoria 4 à noite. Sua transformação de uma tempestade sem nome a uma significativa ameaça a vida levou apenas 56 horas, uma intensificação bastante rápida.

O presidente Trump fará uma visita à região na próxima semana.