Homem armado com fuzil tenta invadir sede do FBI em Cincinnati e é morto após perseguição

Polícia investiga ameaças feitas pelo homem ao FBI em suas redes sociais depois do cumprimento de mandato na casa de Trump na Flórida

0
1026
FBI

Um homem armado com um fuzil AR-15 e colete a prova de balas tentou invadir o escritório do FBI em Cincinnati, na manhã de quinta-feira (11). Depois de confrontado, ele tentou fugir e acabou morto pelos agentes.

Investigadores disseram que o homem identificado como Ricky Shiffer teria feito ameaças à agência federal em suas redes sociais depois que o FBI foi à casa do ex-presidente Trump cumprir um mandado de busca e apreensão. O FBI tem recebido ameaças virtuais desde que efetuou essas buscas na residência de Trump em Palm Beach, Flórida, esta semana.

O incidente começou por volta de 9 da manhã quando o homem armado tentou passar pelos detectores de metais a que visitantes estão sujeitos. O alarme foi ativado e o homem fugiu de carro pela Insterstate 71.

Houve perseguição e, segundo a polícia, o homem começou a atirar contra os carros dos policiais. O suspeito parou o carro, trocou tiros com a polícia e acabou morto.

O FBI agora investiga se a vítima tem ligações com movimentos supremacistas brancos e se ele estava ligado a grupos que atacaram a sede do Capitólio no dia 6 de janeiro do ano passado.