Homem procurado por transmitir assassinato ao vivo pelo Facebook é achado morto

Steve Stephens estava sendo procurado em todo o País

0
5259
Homem é acusado de matar idoso aleatoriamente
Homem é acusado de matar idoso aleatoriamente

Steve Stephens, de 37 anos, o homem que matou aleatoriamente um idoso e transmitiu ao vivo pelo Facebook, foi encontrado morto pela polícia nesta terça-feira (18), na Pensilvânia.

“Depois de uma breve perseguição, Stephens atirou em si mesmo e se matou”, disse a polícia da Pensilvânia.  Ele estava sendo procurado em todo o País por ter matado um idoso de 74 anos no domingo de Páscoa.

Stephens havia escrito em seu perfil do Facebook, antes do assassinato, que queria matar alguém. Nas suas mensagens, culpava sua ex-namorada, Joy Lane, pelas atrocidades que planejava cometer.

A polícia confirmou que Stephens escolheu sua vítima ao acaso. A vítima cruzou o caminho de Stephens por volta das 2 da tarde, quando passeava tranquilamente pelo bairro de Glenville.

No vídeo, que o Facebook retirou do ar, é possível ver que Stephens dirige seu carro dizendo “encontrei alguém que eu vou matar, esse sujeito aqui, esse velho”. Em seguida, desce do veículo e diz ao homem que pronuncie o nome “Joy Lane”, porque “ela é a razão” do que está prestes a lhe acontecer. A vítima tenta dizer que não sabe do que o rapaz está falando, mas Stephens atira a sangue frio. Depois, volta para o carro com a intenção de encontrar novos alvos.

Além de transmitir o assassinato ao vivo pela rede social, num vídeo posterior ele afirma ter matado 15 pessoas no domingo de Páscoa. Entretanto, a polícia só confirmou o assassinato do idoso que foi transmitido pelo Facebook, mas investiga as afirmações de Stephens sobre os outros supostos homicídios.