ICE prende 498 imigrantes indocumentados em ‘cidades santuário’

Os alvos foram cidades que protegem imigrantes, como New York, Los Angeles, Filadélfia, San Jose, entre outras

0
4802
Operação Safe City do ICE teve como alvo as cidades santuário
Operação Safe City do ICE teve como alvo as cidades santuário

O U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) anunciou, na quinta-feira (28), a prisão de 498 imigrantes indocumentados de 42 países em ‘cidades santuário’, conhecidas por proteger esses imigrantes. A operação denominada “Safe City” teve quatro dias de duração e foi concluída na quarta-feira (27).

De acordo com informações divulgadas pelo órgão, o foco foram as cidades onde o ICE é impedido de ter acesso a prisões e delegacias para apreender suspeitos de crimes que violam leis imigratórias. Além disso, essas cidades não reportam seus moradores aos agentes do ICE.

Os alvos da operação foram imigrantes que violaram leis imigratórias – entraram pelo México, ficaram além do tempo permitido –, estrangeiros condenados por crimes, com processos na justiça, membros de gangues, fugitivos da Imigração e pessoas que reentraram nos EUA depois de já terem sido deportados. Beneficiários do DACA não foram presos.

“Cidades santuário não permitem que tenhamos acesso às suas prisões e estão abrigando estrangeiros criminosos. Elas estão atraindo imigrantes ilegais. Como resultado, o ICE foi forçado a dedicar mais recursos em operações nessas cidades”, disse Tom Homan, diretor do ICE.

A operação “Safe City” foi realizada em Baltimore (28 presos), Cook County, Illinois (30), Denver (63), Los Angeles (101), New York (45), Philadelphia (107), Seattle (33), Santa Clara County, Calif (27); e Washington, D.C. (14) e no estado de Massachusetts onde 50 pessoas foram presas.

Mais informações neste link.